segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Um momento eterno!

Ontem domingo, tive um momento eterno com os meus irmãos, num local onde decidimos devolver à Natureza as cinzas da nossa mãe.

Escolhemos previamente esse local, de um dos muitos que a nossa mãe gostava e onde se sentiu feliz e depois fizémos o levantamento das condições para procedermos a esse acto de devolução à Natureza da nossa progenitora.

O pote ecológico onde se encontravam as cinzas da nossa mãe foi guardado na minha casa, até ao dia de ontem e foi transportado por mim, na companhia do meu irmão e da minha irmã.

O dia estava bonito, o mar nem muito bravo, nem muito calmo e o Sol, manifestava-se no alto do horizonte. Conseguimos localizar um local onde ninguém nos via e onde estávamos somente nós os três, o mar e o Sol.

Num momento eterno, decidimos levar ao reencontro com a Natureza as cinzas da nossa querida mãe e nesse momento, senti que o resto do cordão umbilical que se tinha mantido ainda após o seu falecimento, finalmente tinha sido cortado e passava a ser eu e a Vida e a Morte, mais as relações fraternas e afectivas com os meus irmãos, com os amigos do coração, com os amores que a Vida me trouxe e irá trazer.

Desde criança que a morte, não é algo que me faça impressão, mas sim uma certeza da Vida, para a qual caminhamos ao longo desta. Talvez o facto de desde muito cedo ter tido contacto com a morte, devido ao falecimento de pessoas de família ou amigos desta e à relativização da morte que o meu pai fazia, pelo facto de estudar medicina, tenha me dado uma visão mais leve e descomplicada desta passagem para um outro lado.

Todo o peso que a morte tem na nossa Cultura ocidental, penso que se deve não só ao aspecto cultural, mas também ao tabú que se gera à volta da morte e consequentemente ao medo desta, por ser o desconhecido e por isso fica algo pesado e de difícil abordagem pela maioria das pessoas.

Se não falarmos deste assunto, ainda fica mais difícil e quando ocorrer a morte de um amigo ou familiar, porque vai acontecer um dia, fica mais complicado viver e prepararmo-nos para a nossa própria morte. Não precisamos de ser mórbidos ou relatar factos chocantes, mas é importante abordar esta temática várias vezes até se tornar mais confortável para nós.

Com o evoluir do tempo, com o aumento dos anos de vida, acabamos por nos vermos a pensar neste assunto algumas vezes e a pensar na melhor preparação para deixar tudo resolvido para quem cá fica e outros temas que jamais julgaríamos alguma vez pensar.

Um dia a morte esteve perto de mim, quando tinha 40 anos e desde essa altura, prometi não me esquecer dessa situação e reflectir ainda mais sobre ela de forma a poder viver ainda melhor e de uma maneira mais leve e feliz.

Falar sobre a Vida sem falar sobre a Morte, acaba por ser um não filosofar, por isso havemos de voltar a falar mais sobre a morte, com pontos de vista e perspectivas mais filosóficas.

Nesse sentido deixo para reflectir alguns dos atributos dados a Shiva, Criador do Yôga, o Destruidor ou Renovador, ou seja, destrói para voltar a criar e assim sucessivamente e isso não é mais do que o ciclo da vida e da morte, o ciclo da Natureza.

Até uma próxima conversa sobre vida e morte!

António Pereira

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

O melhor da viagem a Paris!

No domingo à noite em Paris, tivémos o que para mim foi o melhor momento desta viagem pelo Porto e Paris que o Mestre DeRose e a Fê fizeram.

Após o jantar na Unidade Rive Gauche, ficámos a conversar sobre tudo e sobre nada, a rir das parvoíces de alguns episódios caricatos que alguns dos presentes viveram em certos momentos da sua vida e no meio disso, algumas preciosidades de conhecimento que o nosso Mestre passou informalmente.

Foram momentos que me fizeram viajar para épocas distantes em que frequentemente estávamos assim em Lisboa e uma nostalgia saudável pairou, mas a leveza dos tempos presentes valorizou ainda mais a magia dessas horas na Rive Gauche.

Espero que os presentes guardem na memória estas horas especiais passadas com o nosso Mestre, nessa noite de domingo em Paris.

António Pereira

Monitorados em Paris

Neste último fim-de-semana foi bom ter revisto, estado e passeado em Paris, com os nossos instrutores Monitorados: Bruno Reis, Eduardo Saldanha, Heberson Oliveira, José Afonso, Filipa Loureiro, Sofia Inácio e Ana Cerqueira Ribeiro ainda graduada.

O ponto culminante foi a aula avançada que dei para eles na 2ª feira à noite. Foi uma excelente experiência que espero possamos repetir mais vezes e mais frequentemente. É bom manter contacto, conviver e estreitar os laços de amizade.

António Pereira

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Para a minha mãe

Na 4ª feira passada, de manhã, tive de ir com o meu irmão ao cemitério do Alto de S. João, para dar seguimento à cremação das ossadas da minha mãe. Passaram sete anos do seu falecimento, às 4 horas de 31 de Janeiro de 2002.

A partir desse dia senti-me realmente sem "cordão umbilical",  restando-me somente os laços fraternais com os meus irmãos de sangue: a minha irmã Emília e o meu irmão João e com aqueles que vou estreitando ao longo da vida.

Além desse momento carregado de emoções profundas, nessa altura também eu me encontrava a recuperar a saúde num Hospital, onde escrevi um texto para a minha mãe e falei ao coração tudo aquilo que lhe gostava de ter dito.

É uma ligação muito umbilical e intemporal!



Mãe   
Mãe, memória sempre presente,
Mãe, sentimento quente,
Mãe, carinho Eterno.


Mãe, viagem à Origem
Do Tempo do Início.
Mãe, Fonte de Vida,
Tolerância e carinho.


Mãe, Amor Incondicional
Pelo Seres como És.


Mãe, saudade sempre presente,
Mãe, presença constante,
Nos bons e nos maus momentos.


Mãe, Amor Primordial
Da Criação Universal.


Em  memória da minha mãe.


António Pereira

Em Paris

Estou em Paris para acompanhar o Mestre e a Fê e assistir ao Lançamento de um livro, Cursos, passeios, refeições e conviver com colegas e amigos e, claro, conhecer um pouco mais desta cidade cheia de museus e locais históricos.

Porém, hoje ao almoçar num restaurante na Praça da Bastilha, pensei como Lisboa é tão bonita e tem tanta coisa para ver e como não conhecemos a nossa fantástica cidade Luz Boa que foi considerada uma das melhores cidades do mundo em variedade de oferta cultural.

Temos de valorizar mais a nossa cidade e país e aprender a ter orgulho salutar naquilo que temos e somos, engrandecendo-a ainda mais com as viagens que fazemos pelo mundo.

Un bisou de Paris pour notre éleves et equipe Lifestyle!

António Pereira

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Um provérbio oriental

Não adianta aprender, ouvir ensinamentos, ler e estudar, se não formos nós próprios a tomar a iniciativa de entrar dentro de nós para que o Conhecimento desabroche e se revele na sua totalidade e com todas a sua intensidade de Luz.

O papel do Professor e do Mestre, é abrir as portas do Conhecimento e da Percepção doutras realidades, para que cada um entre dentro de si por sua iniciativa e assimile as Verdades que residem no seu interior.

É o que nos diz o provérbio chinês, retirado do livro romance "A Fórmula de Deus" do jornalista José Rodrigues dos Santos:

"Os professores abrem as portas, mas tens de entrar sózinho."

Boa entrada!

António Pereira

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Uma publicidade interessante!

Uma amiga minha deixou no Facebook um vídeo de uma publicidade que achei bastante interessante que resolvi partilhar aqui no Blogue. Possivelmente nuita gente já deve conhecer, mas mesmo assim pareceu-me interessante colocar aqui para rever.

Extraordinary Pantene Commercial

Fonte: www.youtube.com

António Pereira

Um fim de semana intenso!

No fim de semana passado, vivemos dias intensos de conhecimento, Filosofia, normas comportamentais, revimos amigos, colegas e convivemos.

Juntos escutámos e bebemos as palavras, ensinamentos, saberes e exemplos de comportamento que o nosso Mestre DeRose nos transmitiu durante este fim-de-semana.

O importante além do momento, é saber meditar e aprofundar esses saberes e ao mesmo tempo preservá-los, para não os esquecer ao longo do tempo, porque essa é a tendência humana, excepto se formos confrontados com algo que nos choque ou nos gere um abalo para reflectir sobre a vida, sobre quem somos e o que fazemos aqui.

Se não soubermos preservar e ciclicamente relembrar e ir incorporando de forma natural os ensinamentos ancestrais da Nossa Cultura, aplicando na vida do dia-a-dia e dessa forma sermos exemplos vivos do Método DeRose.

É importante relembrar de preservar no tempo estas memórias!

António Pereira

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Uma viagem!

Amanhã, quinta-feira viajo para o Porto para receber e estar com um dos maiores Mestres, Filósofos, Educadores e Escritores da História mundial do Yôga, DeRose.

O Comendador DeRose, além de meu Mestre, é um amigo de outros tempos além dos quase 33 anos que nos conhecemos. É uma fonte de inspiração que me motivou a dedicar cerca de 30 anos da minha Vida ao magistério do Método DeRose, com todas as transformações pessoais e profissionais que isso gerou, para me tornar no Homem que sou hoje.

Esta é uma viagem ao Porto e depois a Paris, para acompanhar e estar com o Mestre DeRose, aprofundar conhecimentos e ainda mais os nossos laços de amizade. Mais do que uma viagem física é um mergulho nas profundezas do meu ser e uma aprendizagem filosófica e comportamental.

Sendo uma viagem, recorda-me um poema que escrevi precisamente no Porto, em 1988, onde vivi três anos e dei, com a ajuda do Luis Lopes e de outros amigos, o pontapé de saída para o surgimento da primeira Escola do Método DeRose nessa cidade e consequentemente do trabalho surgido à posteriori.

Em Viagem

Em viagem,
Estou.
Em viagem,
Vou.


Cidadão do Espaço,
Do Universo,
Eu Sou.


Portas de Luz,
Abrem-se.
E teu coração pulsa,
Efervescente de Vida e Sensualidade.


Espírito do Amor-Vida,
És impulso sensorial.


Nesta sideral viagem,
Estou contigo,
Estou em ti,
Porque Eu sou, Tu.


Em viagem,
Vou.
Em viagem,
Estou.
Até à paragem na tua Constelação,
Estrela assustada.


António Pereira

Um apelo!

Deixo aqui um apelo do nosso aluno Pedro Pena, para colaborarmos e participarmos no Porto, na acção de:


Angariação de dadores de medula, Sábado dia 14 de Novembro (10h – 16h) - Junta de Freguesia da Foz do Douro / Rua Corte Real, N.º 25 – 4150-235 Porto


Estaremos muitos neste fim-de-semana, nesta cidade e concerteza que bastantes irão colaborar com a solidariedade e boa vontade que nos caracteriza!

António Pereira

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Sobre o homem ser livre

Ser livre pensador é algo que sempre me fascinou no Método DeRose, por ser uma das consequências do aumento do auto-conhecimento que a Nossa Filosofia desenvolve e em que nos devemos tornar, sendo cada vez mais coerentes no nosso comportamento, sem julgamento de valores e conceitos, mas antes respeitando a opinião e a maneira de ser de cada um.

Um dia destes li uma entrevista extremamente interessante, do pai da psicanálise em Portugal, o Dr. António Coimbra de Matos, hoje com 79 anos, da qual retirei uma afirmação sobre o que é ser um Homem Livre que quero partilhar aqui para reflectirmos um pouco.

"O homem livre é aquele que aprende a estar só, a ser capaz de metabolizar perdas."

Dr. António Coimbra de Matos (psicanalista)

Estar só, sem estar sózinho e sentir-se livre na forma de estar e ser e assim também gostar da companhia dos outros e crescer com eles, com companheirismo e cumplicidade. É algo que esta ideia nos pode querer dizer, o que vai depender do momento, da experiência de vida, da maturidade e tempo de prática do Método DeRose.

Penso que este é um bom pensamento para mergulhar e meditar quando estamos naqueles momentos de reflexão sobre a vida.

António Pereira

domingo, 8 de novembro de 2009

Uma frase interessante e profunda

O estudo e a prática do Método DeRose desde 1977 e principalmente o convívio com DeRose, um dos maiores Mestres, Filósofos e Pensadores da Humanidade, aliado ao avançar dos meus anos, experiência e maturidade, levaram-me a concluir que as coisas mais importantes e fortes são simples e por isso são poderosas e cheias de conteúdo.

Acontece que hoje ao ler a crónica de um dos maiores escritores portugueses vivos, António Lobo Antunes, publicada na revista Visão desta semana, encontrei uma frase extremamente interessante que aborda a temática anterior e é da autoria de um outro grande homem que marcou a Humanidade e o mundo no século XX, com as suas descobertas. A frase é a seguinte:

"Devemos fazer tudo o mais simplesmente possível mas não mais simplesmente do que isso."

Einstein

Uma frase profunda e cheia de conteúdo para reflectir profundamente sobre a nossa forma de estar na vida e nas mudanças necessárias para que os detalhes da simplicidade se manifestem aos nossos olhos.

António Pereira

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

15 anos do Espaço Lifestyle

Hoje foi um dia especial, pelo facto de comemorarmos o 15º Aniversário do Espaço Lifestyle (anteriormente Unidade António Pereira e Unidade Alameda), como parte de 28 anos de carreira profissional com o Método DeRose.


Fiquei muito feliz com a presença de bastantes alunos e de seus convidados, de termos contado com a participação de vários Directores e Instrutores de outras Unidades da nossa Rede e por rever vários amigos que me brindaram com a sua presença.

Particularmente gostei muito do ambiente alegre e descontraído que se criou em todo o evento, com um final de Festa hilariante. Espero que assim continuemos e ainda melhoremos mais, estendendo a todas as Escolas do país esta sensação saudável de alegria sincera.

Aproveito para agradecer a todos os que estiveram presentes e ausentes, publicando aqui a carta que escrevi especialmente para cada um.
Novembro de 2009
15º Aniversário do Espaço Lifestyle

É um enorme prazer para o Espaço Lifestyle, contar com a sua simpática presença nas nossas actividades, cursos, práticas e passeios.

Comemoramos este ano, 15 anos de partilha e enriquecimento cultural e humano, proporcionado por todas as pessoas que passaram por aqui e pelas que frequentam actualmente esta Escola, aprendendo connosco e também nos ensinando com a sua experiência de vida.

Todos os dias, procuramos superar-nos para poder sempre oferecer um acompanhamento personalizado, uma boa qualidade técnica e humana a cada pessoa que frequenta o Espaço Lifestyle.

Desempenhar da melhor forma o ensino do Método DeRose, como um life style que permita a cada aluno um maior auto-conhecimento, vitalidade, bem-estar e a aplicação desta Filosofia no seu dia-a-dia, é a Nossa Missão.

Contar com o seu estímulo, carinho e amizade faz-nos querer continuar a trabalhar para aperfeiçoarmos ainda mais este projecto, de modo a continuarmos a ter a sua confiança, a fortalecer ainda mais os ideais que nos ligam e os laços de amizade sincera.

Receba o meu profundo agradecimento, em nome de toda a Equipa do Espaço Lifestyle, com o desejo que esta relação permaneça eterna.

António Pereira


quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Para Ti!

Inicio este Blog com um pensamento/momento que intuí em 1989, relativamente à procura daquilo que somos, do que fazemos aqui e de como aplicando a Filosofia do Método DeRose na nossa Vida podemos alcançar essa identidade.

Espero que este Blog seja o princípio de uma frutífera comunicação e troca de informações com os colegas, alunos, amigos, familiares e com todas as pessoas que partilhem e se identifiquem com as ideias e conceitos aqui veiculados.

A Ti, que procuras

O segredo da Vida.

Entrego-te a Chave

Do segredo do Sol.

Porque Tu és,

O Sol da Vida!

António Pereira