domingo, 11 de abril de 2010

Um sútra, na noite após...


A meio da noite depois do Olhares de Nyása e durante o sono, surgiu-me uma frase que me acordou e deu um sútra:

Frases do nada, vem cheias de tudo.

Pode ser só esta frase, ou dar continuação para mais alguma coisa. Ela surgiu fortemente como um mantra na minha cabeça e foi tão intensa que me acordou e levou a registar para não esquecer.
António Pereira

1 comentários:

Luísa Sargento disse...

Gostei muito!!! Pertecem a outros níveis de consciência... Se as ouvissemos mais, o mundo estaria repleto de amor e felicidade! Até sexta e um beijinho