domingo, 21 de novembro de 2010

José e Pilar: um filme fabuloso


Ontem fui ver com amigos, o filme José e Pilar, sobre o qual já tinha colocado um post aqui no blogue. O filme é fabuloso e tem sempre presente uma grande emoção!

Um filme muito bem feito, com imagens lindas que retratam o dia-a-dia de um casal unido, cúmplice, companheiro, onde o carinho, o amor e o respeito que nutrem um pelo outro é uma constante em todos os momentos.

Saramago e Pilar tinham um humor fantástico e muito característico deles. Uma relação de doçura, respeito e liberdade.


Um sentido de liberdade do indivíduo que pouca gente dita livre, tem e exerce. Uma energia incansável e um sentido de missão inspirador.

Independente de conhecer a sua obra, de gostar ou não dela, ou de gostar ou não de Saramago e das suas ideias, ou da sua companheira Pilar, este é um filme extremamente humano que não se deve perder, mas que deve ser visto com abertura de pensamento e de sentimentos. 

Recomendo ver e rever!
António Pereira

4 comentários:

sandra disse...

Ainda não vi o filme, mas parece bastante inspirador.Um grande Homem? Uma grande Vida? Um grande Amor? Acho que é isso. Será possível ver este filme no Algarve? Bom, aguardemos!
Saudações :)
Sandra Rodrigues.

Tiffanie Jorge disse...

Professor vi agora a sua mensagem, esta semana n consegui novamente ir ao Lifestyle mas vou sempre fazendo mini-práticas caseiras lol...infelizmente tb n consigo ir ao Porto ver o Mestre e participar nos cursos como fiz no ano passado :(, tds os sábados estou na O.T até bem tarde...resta-me desejar que usufruam muito e que para a próxima me possa juntar a vcs!tenham um lindoo fds , bjos e abraços a tds e ao Mestre*
TIffanie

Prof. António Pereira disse...

Tiffanie,
Temos saudades tuas! Mentalizo que brevemente nos vejamos no Lifestyle. Beijinhos,
Antóno Pereira

Carmen Lima disse...

Ainda não fui ver o filme, mas não irei perder. Como não deve perder a oportunidade de ler o “ensaio sobre a cegueira” para mim um dos melhores livros. Que trata da resistencia do ser humano quando testada ao limite.

Beijinhos
Carmen