segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Ser jovem numa sociedade global

Hoje em dia com as transformações extremamente rápidas da sociedade global dos nossos dias, surge um no tipo de juventude e também uma nova forma de ser jovem, com os prós e os contras dessa tendência que nos devem fazer reflectir e ao mesmo tempo adaptar aos tempos actuais.


We All Want to Be Young (spanish subtitle) from box1824 on Vimeo.

Concordemos ou não com aquilo exposto no filme, devemos analisar, pensar e reflectir sobre as consequências das mudanças geradas na sociedade actual, com as questões colocadas pelos jovens ao mostrarem outros paradigmas, com o envelhecimento da população, com a efemeridade das relações sociais, com a mudança da forma de se trabalhar e de como encaramos o trabalho e o prazer, entre muitos outros assuntos das nossas vidas.

É algo que está aí e ao qual não podemos escapar, mas sim tomar uma posição mais activa com as nossas ideias, conceitos e maneira de ser e estar na vida, de modo a podermos construir uma sociedade mais humana e mais de acordo com aquilo que pensamos ser melhor para nós e para a Humanidade.
António Pereira

1 comentários:

sandra disse...

Olá professor!
Sim, há prós e contras nestas alterações surgidas na sociedade e reciprocamente na juventude. Tudo se torna mais inconstante e também mais fluído.Caminharemos para um "Admirável novo mundo"? Li este livro de Aldous Huxley e fiquei a pensar que deveria ser de leitura obrigatória nas escolas. O progresso é bom e recomenda-se mas se paralelamente não houver um desenvolvimento da consciência é um caminho para um beco sem saída... Aqui eu estabeleço um paralelo com a prática de yôga e a sua importância no desenvolvimento de uma sociedade mais sustentável.
Um abraço, Sandra.