quinta-feira, 25 de março de 2010

Um filme e uma refeição especial!


Amanhã teremos o nosso Cinegourmet, jantar confeccionado por um aluno ou instrutor e depois um filme com uma pequena conversa acerca deste.

Um jantar especialíssimo confeccionado pelo nosso aluno e amigo Nuno Cardoso e um thriller com Tom Cruise e Jack Nicholson. Um filme, um jantar e momentos especiais a não perder!
António Pereira

Uma exposição a não perder


Fui ver uma exposição no Museu Colecção Berardo, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa que aconselho a não perder.


A exposição denomina-se Sem Rede e é da artista portuguesa Joana Vasconcelos. Contempla obras famosas como A Noiva (2001-2005), o conjunto Coração Independente (2004-2008) e Cinderela (2007) e outras tão importantes e fantásticas como estas.

Nesta exposição as obras de Joana Vasconcelos aparecem sobre uma óptica inovadora que recria o seu universo especial como não se viu em alguma outra exposição desta autora.



Gostei muito! Adorei! Faz-nos valorizar e orgulhar ainda mais de sermos portugueses, de podermos contar com pessoas com tanto talento, criatividade e brilhantismo e de termos o génio para mudar o mundo. A não perder!
António Pereira

terça-feira, 23 de março de 2010

Carmina Burana


Acabei de vir de um concerto no Coliseu dos Recreios, oferecido no Natal pela minha amiga e monitorada Andrea Miguel Freitas, onde assisti ao espectáculo da Carmina Burana, de Carl Orff, dado pela Orquestra Sinfónica e Coro da Ópera Estatal Russa de Rostov.


Esta composição marcou-me nos anos 80, depois de ter assistido ao filme Excalibur, sobre o Rei Artur e os Cavaleiros da Távola Redonda, onde durante os ataques de cavalaria a banda sonora era a peça deste vídeo.

Carmina Burana é sem dúvida a obra mais célebre do compositor alemão Carl Orff, inspirada em cantos escritos por clérigos e estudantes vagabundos dos séculos XII e XIII, que levaram uma vida dissoluta e fora das regras. Dessa obra o fragmento mais conhecido é "Fortuna", uma composição forte e poderosa. 

Os poemas são na sua maioria em latim, em canções de amor, estudantis, de taberna, sátiras... sendo todos um canto ao amor e aos prazeres carnais, algo oposto à ideia que se tem da época medieval.
António Pereira

segunda-feira, 22 de março de 2010

Tapas: auto-superação


Na Filosofia prática que é o Yôga existem 10 normas éticas que dão as balizas de orientação em relação a falhas do comportamento humano.

Essas normas foram sistematizadas por Pátañjali, mais ou menos no séc. III A.C., no livro Yôga Sútra que constitui a codificação do Yôga Clássico.

O Mestre DeRose publicou a sua primeira tradução do Yôga Sútra, na década de 80 do séc. XX, tendo ao longo do tempo aperfeiçoado essa tradução, de tal forma que acabou por elaborar o Código de Ética do Yôgin, que foi publicado na 2ª edição, no início da década de 90 do século passado. 

Inspirado também nessas normas tirei algumas ideias sobre uma delas que considero, como vários estudiosos, ser o alicerce das outras: tapas um dos niyamas.

Tapas é a força interior que acorda as energias e forças adormecidas em nós, para que tenhamos a capacidade de ir mais além do que imaginaríamos.

Tapas é o alicerce e a fonte inspiradora de todas as restantes normas éticas que nos estimula a ser mais coerentes com elas.

Sem tapas (auto-superação), não conseguiríamos ir além na senda do autoconhecimento e auto-aperfeiçoamento e alcançar a meta do Yôga.
António Pereira

domingo, 21 de março de 2010

Terminaram no sábado passado mais uma época de exames na Federação de Yôga do Sul e Ilhas de Portugal.

Aqui fica um cheirinho e até aos próximos em Maio, no Porto, na Federação de Yôga do Norte de Portugal.
António Pereira

sexta-feira, 19 de março de 2010

Exames na Federação

Hoje vamos ter um fim-de-semana de Avaliações e Revalidações de Instrutores de SwáSthya na Federação de Yôga do Sul e Ilhas de Portugal.

Uma oportunidade de convívio e de aprendizagem entre futuros e actuais colegas desta sensacional profissão.
António Pereira

terça-feira, 16 de março de 2010

Passeio, Pensamentos, Reflexões e Convívio...


No domingo passado tivémos um excelente Passeio a Sintra, com alunos e Instrutores do Espaço Lifestyle, para visitarmos a Exposição sobre a Vida de Gandhi, no Museu de Arte Contemporânea - Colecção Berardo, que me tinha sido aconselhado pelo meu amigo e colega Prof. Luis Lopes.

Aproveitámos esta iniciativa para depois almoçarmos no bom restaurante indiano em Sintra, passearmos um pouco pela cidade, antes de voltar a Lisboa e irmos ver o filme Invictus, sobre um episódio da vida de Nelson Mandela e assim podermos fazer um paralelismo entre as vidas de Gandhi, Mandela e DeRose.

Da exposição retirei dois pensamentos que gostei bastante, um de Gandhi e outro sobre ele:

"No meio da morte, a vida persiste. No meio da mentira, a verdade persiste. No meio da escuridão, a luz persiste." Gandhi

E sobre Gandhi:

"Mostrou-nos o perigo que resulta de tanta bondade."  George Bernard Shaw

Na exposição vimos um pequeno e excelente vídeo que já conhecia e que é extremamente curioso e interessante.


Contudo, Gandhi tem muitos pensamentos profundos que fazem ponte de ligação com pensamentos e conceitos de DeRose e de Mandela. Deixo aqui alguns para reflectirmos um pouco e numa outra altura abordaremos outros.

"A verdadeira educação consiste em evidenciar o melhor em nós mesmos." Gandhi

E DeRose diz:

"Mestre não é uma pessoa sem defeitos. É uma pessoa que se esforça por superá-los." 

"O Yôga é uma filosofia perfeita exercida por pessoas imperfeitas." Mestre DeRose

E Nelson Mandela afirma:

"Não sou um santo, mas apenas um pecador que continua a tentar." (Curioso ver a relação com o pensamento sobre o Yôga de DeRose e outro de Gandhi semelhante a este.)

"Se queres estar em paz com um inimigo trabalha com ele. Nessa altura ele torna-se teu parceiro." Nelson Mandela

Este reflecte um esforço sobre si próprio (tápas) ou auto-superação e uma melhor gestão das emoções. Impressionante como este Homem esteve preso quase 30 anos, tendo feito uma verdadeira mudança interna que aplicou na vida, exemplo que ganhou uma maior dimensão quando foi libertado.

O filme Invictus tem excelentes exemplos deste Grande Homem, tornando-o um filme de culto para se rever periodicamente, principalmente quando acharmos que os nossos problemas são enormes e compararmos com os que ele viveu.

É importante fazermos estas ligações entre Grandes Homens e Mulheres ao longo do tempo e vermos como os seus ensinamentos, verdades e exemplosd e vida são muito semelhantes.

Boas auto-superações, mudanças internas e reflexões!
António Pereira

segunda-feira, 15 de março de 2010

Uma prima que está a chegar


Brevemente a nossa prima mais desejada está a chegar ao pé de nós. É uma prima comum a todos nós e que nos marca bastante uma vez por ano, com a sua beleza, delicadeza e elegância natural.

É a nossa Primavera que chega no próximo fim-de-semana e que está ser ansiosamente esperada por um número variado de pessoas do hemisfério Norte.

É a época das  flores e em que os dias ficam maiores, de trocarmos a hora nos relógios, de usufruirmos dos dias de Sol, das esplanadas, das primeiras idas à praia para apanhar ar e Sol, a época dos espirros, dos olhos lacrimejantes não de emoção, mas da comichão que caracteriza as alergias desta altura do ano, mas uma época muito bonita.

Vamos receber bem a nossa Primavera!
António Pereira

quinta-feira, 11 de março de 2010

O próximo domingo é especial!


No próximo domingo, iremos ter um passeio cultural e de convívio, organizado pelo nosso aluno Pedro Garcia (yôgin), com os instrutores da equipa do Espaço Lifestyle, alunos e amigos e familiares destes.


Iremos a Sintra para ver uma exposição sobre Gandhi, no Museu de Arte Contemporânea, para depois almoçarmos e passearmos um pouco por lá. 


Depois voltaremos a Lisboa para ir ver ou rever o filme Invictus, inspirado num episódio da vida de Nelson Mandela.


Para finalizar trocaremos algumas impressões sobre a exposição, o filme, a vida desses dois homens, fazendo a ponte com a vida de outro grande homem que nos inspirou a todos: DeRose.

Além da parte cultural e do passeio, será um momento de convívio, uma oportunidade para nos conhecermos melhor. Informe-se no Lifestyle e não perca este momento especial!
António Pereira

terça-feira, 9 de março de 2010

E apareceu uma nesga de Sol


Finalmente, apareceu uma nesga de Sol no dia de hoje. Deu para sentir a carícia suave e morna do astro Rei, espraiando a sua energia e poder, aliviando a tensão nos rostos e corpos embedidos de humidade cinzenta de dias mergulhados e pingos de água do Céu.

E veio o Sol para nos animar momentaneamente! Isso fez-me lembrar de um clássico dos Beatles, Here comes the sun, da autoria de George Harrison.


Uma música que anima e inspira!
António Pereira

segunda-feira, 8 de março de 2010

Dia da Mulher - Ode às mulheres


Hoje foi um dia especial que deveria ser comemorado todos os dias, porque sem as mulheres não existiria Humanidade. Dia da Mulher, dia de todas as mulheres, dia da Humanidade, porque elas são as criadoras, as geradoras de vida. Se o mundo fosse liderado pelas mulheres, concerteza teríamos um mundo diferente, mais sensível e carinhoso.

Nas culturas antigas de tradição matriarcal, a sociedade era muito mais igualitária, sensível, sensorial, livre e descontraída, consequentemente mais dedicada às artes, cultura e bem-estar.


Cada vez mais a mulher se vai afirmando na sociedade e se libertando dos espartilhos comportamentais e outros impostos pela sociedade e cultura vigente. Cada vez mais a mulher assume lugares de liderança, sem ter necessidade de se comportar como os homens, mas antes afirmando a sua feminilidade e a forma diferente de ser, que não é melhor, nem pior, simplesmente é diferente.


Temos muito a aprender com as mulheres e vice-versa, mas elas têm realmente muita coisa para nos ensinar, o que é nato, por ser biológico, devido ao impulso da Natureza que as incutiu da capacidade de gerar vida e consequentemente de educar, orientar e gerir naturalmente.

Que este dia seja uma inspiração para homens e mulheres, para que haja mais respeito no mundo em relação às mulheres.
António Pereira

sábado, 6 de março de 2010

Palavras soltas na noite


A noite envolve o ambiente penetrado de silêncio na cidade grande. Envolto em escuro noite e luminosidade citadina, deixo-me embalar por um torpor que me leva para o quarto do descanso, enquanto a mente viaja por pensamentos de ambientes de palavras soltas na penumbra.

Entre esses momentos o corpo manifesta o seu cansaço e comunica que é altura de entrar no Vale dos Lençóis para recuperar as energias. Uma boa noite, uma noite descansada!
António Pereira

sexta-feira, 5 de março de 2010

Chuva e mais chuva...


Chove e continua a chover, dando uma impressão semelhante a um filme clássico de ficção científica, Blade Runner, realizado por Ridley Scott e tendo no principal papel Harrison Ford. 

Durante o filme todo chove sempre e é tudo meio acizentado, aparecendo céu azul e paisagem verde no final da primeira versão da década de 80 e na versão final, mais longa, a tónica pesada e cinzenta vingou.

Ridley Scott tem realizado grandes filmes e bastante diversificados e com grandes actores nos principais papeis.

Nestes dias parece que estamos dentro desse filme de chuva contínua!
António Pereira

quinta-feira, 4 de março de 2010

Uma nesga de Sol


Hoje apareceu um pouco de Sol para animar e aliviar de tanta chuva e de dias ininterruptos de cinza chumbo que nos deixam pesados e melancólicos.

Quem puder aproveite para se iluminar um pouco durante o dia de hoje e aquecer a sua alma com a luminosidade solar e a sua energia vital (Prána).
António Pereira

segunda-feira, 1 de março de 2010

Uma viagem e momentos especiais


Ontem vivemos momentos especiais, numa viagem de ida e volta para Gondomar, Pavilhão Multiusos, onde decorreu a Aula dada pelo Mestre DeRose, via transmissão directa de S. Paulo - Brasil.

Foi uma viagem em companhia dos Instrutores e alunos do Espaço Lifestyle, em que colocámos a conversa em dia, partilhámos refeições em conjunto e rimos bastante, com alguma chuva pelo caminho, uma constante destes últimos dias. Em Gondomar reencontrámos colegas e alunos do Sul e do Norte do País.

A emoção tocou a todos, quando o Mestre apareceu na tela para dar a aula e proporcionar momentos inesquecíveis. 

Pensei como serão os sentimentos que os praticantes mais novos devem ter tido por uma experiência destas e procurei recordar trinta anos atrás como me senti com 18 anos, ao conhecer e receber uma aula directamente do Mestre DeRose. Foi fabuloso e espectacular! Hoje a emoção é diferente, mas com o arrebatamento do tempo e da experiência.

Para o ano há mais e concerteza com muito mais gente! Parabéns a todos os que estiveram em Portugal e aos todos os que estavam do outro lado do Atlântico.
António Pereira