sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Avaliações na Federação do Método DeRose de Portugal

Daí a pouco começam na sede da Federação do Método DeRose de Portugal, em Lisboa, as Provas de Avaliação e Revalidação de Instrutores deste Método.

Todos os anos os Instrutores são reavaliados para se aperfeiçoarem e manter os padrões de excelência técnica que caracteriza os profissionais da nossa Filosofia.

É também a altura em que os candidatos a Instrutor mostram o resultado do seu estudo e trabalho desenvolvido nas Complementações Pedagógicas das Unidades, nas actividades culturais e nas práticas regulares.

Uma oportunidade excelente para rever colegas e amigos, praticar, conviver e aprender muito sobre esta Cultura. Será mais um momento inesquecível e enriquecedor para muitos candidatos a Instrutor e um reviver para os Instrutores no activo. Boa sorte para todos!
António Pereira

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Liderança


"A liderança exerce-se dando o exemplo." in Anjo Branco, de José Rodrigues dos Santos

Quem lidera tem de ser um exemplo! Este é um ónus e uma referência para quem lidera, dar e ser o exemplo de como se faz, ser o que se faz, sendo um exemplo de coerência daquilo que se defende, fazendo.

Quanto mais se sobe na hierarquia, mais temos de nos tornar e ser um exemplo coerente em termos comportamentais e de aplicação dos conceitos e técnicas do nosso Método, se bem que isso se aplique a qualquer área de liderança.

Um praticante do Método DeRose, não deve comportar-se como quando era aspirante e assim sucessivamente, conforme os graus que for galgando na Escala Hierárquica.


Se para um praticante em qualquer grau, é exigido um comportamento de acordo com o grau alcançado, muito mais se espera de um Instrutor Assistente, mais de um Docente e muito mais de um Mestre, a isso se acrescenta o nível alcançado em cada grau de Instrutor. 

Consequentemente, independente do grau e nível de Instrutor, se tiver um cargo, essa responsabilidade  é acrescida, principalmente se for Director de Unidade Credenciada ou Certificada. Não é admíssivel um detentor de um cargo que nos representa publicamente ter comportamentos com colegas, alunos, fornecedores e conhecidos, comprometedores da nossa imagem.

Inexperiência, idade, impulsividade, intolerância, entre outros factores não podem ser dados como desculpa ou atenuante, antes se tornam agravantes pela falta de maturidade para se estar em tal cargo, por não ter aprendido e se adaptado à responsabilidade da função. 


Factor moderador, não se tornar reincidente depois de ter sido admoestado pelo seu Monitor e pelo Presidente de Federação, mas antes demonstre na prática humildade de ter absorvido o ensinamento e passar a comportar-se de modo mais adequado a quem ensina e professa uma Filosofia de Vida de bem-estar que visa o autoconhecimento.

Vamos subir a nossa parada e ser cada vez mais um exemplo a seguir, na forma de estar na vida, no comportamento em geral. 


Um exemplo de admiração e de inspiração para muitos outros, tal como nós fomos inspirados um dia a nos tornarmos pessoas cada vez melhores.

Por isso, um Líder além de ser um exemplo, de ter de ser firme quando defende as suas convicções, valores e princípios, também tem de ser flexível e tolerante, para poder aprender sempre com os outros e consigo próprio, inclusivé com os suas próprias falhas.
António Pereira

domingo, 24 de outubro de 2010

De volta a Lisboa

Amanhã retorno a Lisboa com a sensação de missão cumprida nesta vinda a S. Paulo. Participei no evento profissional Insights, organizado pelo Conselho Administrativo do Método DeRose, tendo sido um excelente evento que todos os Directores e instrutores de Unidade Certificadas e Credenciadas devem participar.

Convivi e estive durante uma semana e poucos dias com o Comendador DeRose e Fê Neis, participei em duas Conversas que DeRose deu para alunos em duas Unidades do Método DeRose, em S. Paulo: Unidade Berrini, no dia de chegada e Unidade Vila Mariana, na 5ª feira passada.

Dei uma aula, na 6ª feira e o Curso de Sensibilidade e Autoconhecimento, hoje domingo, na Unidade Morumbi com a organização da Unidade Berrini, tendo tido ambas as actividades um grande sucesso e no sábado, foi o Curso de Yôganidrá, na Unidade Flamboyant, em Campinas, com a venda e autógrados nos CDs de Yôganidrá e Música para Descontrair. O meu obrigado às três Unidades!

Parto amanhã para Lisboa, com um sentimento de satisfação e realização pessoal e profissional. Voltarei em 2011, para participar em mais eventos e dar mais Cursos e aulas. 

O meu profundo agradecimento a todos os colegas, amigos e alunos que com quem convivi durante estes dias. Até breve S. Paulo!
António Pereira

sábado, 23 de outubro de 2010

E só falta um...


Ontem dei uma prática de SwáSthya, para alunos e instrutores, na Unidade Morumbi, tendo sido organizada pela Unidade Berrini, assim como o Curso que darei amanhã domingo.

Foi muito bom voltar a uma antiga Unidade, agora completamente remodelada e extremamente bonita e bem decorada que abriu na 4ª feira passada.

O curioso é ter-me lembrado que o primeiro Curso realizado na antiga Unidade Morumbi, foi dado por mim e agora também vou ser eu a dar o primeiro Curso na nova Escola que tem a direção do Inst. William P. Câmara Jr.

Hoje dei o Curso de Yôganidrá, em Campinas, na Unidade Flamboyant do Prof. Clélio Berti. Foi um prazer e um sucesso e quero deixar aqui um agradecimento pelo carinho com que fui recebido pela equipa e pelos alunos.

Amanhã irei dar o Curso de Sensibilidade e Autoconhecimento, na Unidade Morumbi, que será o último antes de voltar para Lisboa, na 2ª feira, dia 25 de Outubro.

Estou quase, quase a voltar para casa, para a cidade linda e maravilhosa que é Lisboa. Assim encerro esta pequena estadia em S. Paulo que foi extremamente proveitosa, como é sempre, principalmente por  poder conviver e estar mais perto do Comendador DeRose e da sua companheira Fernanda Neis e ao mesmo tempo rever amigos e colegas, trocar ideias e conviver.

Lisboa daqui a algumas horas estarei de volta!
António Pereira

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Início do trabalho em S. Paulo

Hoje sexta-feira, começam a minha Maratona de Cursos e aula nas escolas de S. Paulo. Assim, mais logo, às 20:30 irei dar uma aula de SwáSthya, na Unidade Morumbi, sendo uma organização da Unidade Berrini, da Profª. Rosana Ortega, membro do Conselho Administrativo do Método DeRose.

Amanhã sábado, dia 23 de Outubro, irei às 14 horas para Campinas, uma cidade nos arredores de S. Paulo, onde fica o aeroporto internacional de Viracopos, onde irei dar, às 17 horas, o Curso de Yôganidrá-técnicas de descontração, na Unidade Flamboyant, do Prof. Clelio Berti.

E finalmente no domingo, às 15h. irei dar o Curso de Sensibilidade e Autoconhecimento, na Unidade Morumbi, sendo organização da Unidade Berrini, para voltar para Lisboa na 2ª feira, de tarde.
António Pereira

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Quando é preciso dar o exemplo!

Quando é preciso dar o exemplo, não interessa a idade cronológica, mas sim mostrar o caminho:



Interessa sim, ter a sensibilidade de uma criança para se deter no que é importante e mover, neste caso uma árvore.

António Pereira

Sobre a prática das Técnicas do Método DeRose

As técnicas do Método DeRose desenvolvem o indivíduo e este passa a entender e incorporar melhor na sua vida os Conceitos desta Cultura, para reverberar com o seu exemplo para todos aqueles com quem convive.

Daí a importância da prática regular das técnicas durante um tempo considerável, até o praticante passar a incorporar essa vivência na sua vida e transpirar através de uma forma de estar e de viver mais coerente com os conceitos do Método. Isso não invalida que se deixe de praticar, mas deixa de ser algo tão premente como no início.

A partir dessa altura passa a ser mais do que um praticante, tornando-se um exemplo vivo do Método DeRose, por viver no dia-a-dia uma Filosofia de vida e pelo seu exemplo cativar outras pessoas a quererem ser dessa maneira mais descontraída, lúcida, dinâmica e coerente com Princípios e Valores mais Humanos que preconizam um maior bem-estar e autoconhecimento.

Queremos transformar a nossa vida através da prática, para sermos cada vez mais pessoas que vivem a Filosofia, tendo como base as Técnicas e os Conceitos do Método DeRose e não sermos somente praticantes de técnicas que não sabem falar sobre mais nada, nem conviver ou socializar, nem passam um exemplo coerente na forma de viver com alegira, bem-estar e tolerância.

sábado, 16 de outubro de 2010

Uma conversa com alunos

Na 5ª feira à noite, eu e o Carlo Mea, Director da Unidade Parioli, de Roma que está em S. Paulo a terminar a sua semana de reciclagem do estágio anual, fomos convidados pelo Comendador DeRose a ir com ele a uma Conversa que ia ter com alunos da Unidade Berrini, da Profª. Rosana Ortega.

Fomos muito bem recebidos e o teor da conversa foi extremamente interessante, de tal modo que poderíamos não fazer mais nada durante estes dias que já tinha valido a pena ter vindo a S. Paulo.

Desde os problemas que são produzidos quando usamos a palavra mágica, pelo facto de a maioria das pessoas ter uma visão estereotipada sobre esse assunto e também porque realmente não fazemos, nem ensinamos esse conceito estereotipado, ou como o uso de um rótulo, seja sobre uma Filosofia de vida, ou sobre um estilo de alimentação, desfoca a compreensão das pessoas, reduzindo a sua capacidade de entendimento das coisas, de modo que não adianta qualquer explicação, por as pessoas já terem uma ideia formatada. 

Estes e muito outros assuntos foram debatidos nessa conversa, na qual aprendemos muito e vimos outros ângulos de visão sobre o mesmo assunto. Valeu e vale sempre a pena estar perto e conviver com o Mestre!
António Pereira

Em S. Paulo - Brasil


De novo em S. Paulo, onde acabei de chegar na 5ª feira, por volta das 6 horas da manhã, acompanhado pelo nosso colega, Monitorado e Director do Espaço Faro, Nuno Jacob.

Viémos participar do evento profissional Insights, dar alguns Cursos e aulas e o Nuno veio fazer a reciclagem anual do seu estágio.

Insights começou ontem e foi bom rever caras conhecidas e amigas. No ar sentia-se um ambiente geral de grande expectativa saudável que foi sendo correspondida ao longo do primeiro dia do evento. 

No intervalo a meio da tarde e à noite após o Curso de DeRose, sobre Ética, enquanto comíamos e bebíamos trocámos impressões e conversámos com vários colegas.

Sábado e domingo tem mais e domingo de manhã abre com uma prática do Método DeRose, dada pelos Presidentes de Federação, na qual darei a descontração.

Assim este fim-de-semana estará totalmente dedicado ao Insights.
António Pereira

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Ter algo a dizer e a ouvir


"Um homem que tenha algo a dizer e não encontre ouvintes está em má situação, mas pior ainda estão os ouvintes que não encontrem quem tenha algo a dizer-lhes."  Bertold Brecht

Uma frase sobre Mestre e Discípulos. Saber dizer, ter quem oiça e saber ouvir e principalmente entender, visto que os paradigmas, as influências culturais, a origem, a experiência de vida e a Personalidade desfocam na maioria das vezes aquilo que é dito, faz parte da relação entre Mestre e Discípulo.

Isto também faz parte da relação entre os casais de amantes que se amam para a vida e procuram ser uma parceria. 

Para perceber o que nos é dito, temos a necessidade de estarmos receptivos à informação transmitida. Temos de ter uma curiosidade natural e espontânea, como as crianças têm de aprender com tudo na vida e isso não deveríamos perder nunca - a vontade de aprender sempre - o que implica receptividade. 

Quando acharmos que não temos mais nada a aprender, estamos senis e prontos para morrer. Este conceito é transmitido pelo Comendador DeRose e pelo Filósofo da Gestão, Charles Handy, no seu livro autobiográfico "O meu Eu e outros temas importantes". 

Interessante ver que dois Filósofos que não se conhecem, nem a Obra um do outro transmitem o mesmo conceito.

Procuremos estar atentos a tudo, porque em tudo e em qualquer lugar e situação pode haver uma lição a aprender.
António Pereira


quinta-feira, 7 de outubro de 2010

É preciso...

Uma amiga e aluna nossa no Espaço Lifestyle - Método DeRose, a Cheila Saldanha, nossa designer, enviou-me um pequeno texto do português prémio Nobel da Literatura, José Saramago. 

É um texto sobre estar atento às coisas, principalmente às pequenas coisas da vida, para ter sempre a coragem, a vontade e a força de recomeçar e continuar sempre.

"É preciso ver o que não foi visto, ver outra vez o que se viu já, ver na Primavera o que se vira no Verão, ver de dia o que se viu de noite, com Sol onde primeiramente a chuva caía, ver a seara verde, o fruto maduro, a pedra que mudou de lugar, a sombra que aqui não estava. É preciso voltar aos passos que foram dados, para os repetir, e para traçar caminhos novos ao lado deles. É preciso recomeçar a viagem. Sempre." José Saramago

Uma viagem, chamada Vida que é feita de começos e recomeços e por isso é preciso sempre continuar.
António Pereira

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Mestre!

Hoje ao fazer a revisão da informação de alguns e-mails com dados sobre revisão de um texto, retirei uma frase que a nossa querida aluna Susana Sousa, num momento de inspiração me enviou em Agosto, quando eu estava de férias.

"Mestre é aquele que aponta para terra firme quando todos os outros olham para as águas encrespadas num mar de tempestade.", Susana Sousa (aluna do Espaço Lifestyle - Método DeRose)

Aspiro a que todos tenhamos essa capacidade de ver, escutar, sentir e aprender com a Vida e com os Mestres da nossa Egrégora, e de toda e qualquer arte que tenhamos de aprender.
António Pereira

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Este é o momento...


Este é o momento de estarmos unidos, de sermos uma equipa, em tudo aquilo em que estamos envolvidos. Seja um projecto, uma Escola do Método DeRose, uma empresa, um país: o nosso.

Só conseguiremos ir além se estivermos unidos, porque a União faz a força e gera a energia vencedora, para realizar, concretizar, conquistar aquilo que jamais imaginávamos ser possível alcançar.

Este post foi motivado por um post no Facebook, colocado pela Unidade Foz - Método DeRose com um pequeno link do  filme Um Domingo Qualquer, que tem um discurso fabuloso, representado pelo grande actor Al Pacino.


Fabuloso e galvanizador! Não esqueçamos e relembremos sempre estas palavras, para que façamos parte de uma grande equipa, onde quer que estejamos inseridos ou envolvidos.
António Pereira

domingo, 3 de outubro de 2010

Fantástico!

Ontem fomos ver a Coimbra, a melhor banda rock do mundo, com o melhor espectáculo e concerto que há do género.



Um alinhamento de músicas e canções fora do prevísivel. Foi fantástico e memorável!

António Pereira