quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Sem máscaras


A maioria das vezes escondemo-nos de nós mesmos e dos outros, mostrando somente uma máscara que fomos criando ao longo da vida ou nos foi imposta e a ela nos habituámos para nos apresentarmos socialmente. Talvez seja um mecanismo de defesa do indivíduo para se preservar perante as opiniões e tradições vigentes na sociedade, mas acaba por ser uma corrente que nos aprisiona e não nos deixa ir mais além, em direção da nossa liberdade como indivíduos.

"Persona é a máscara usada pelo indivíduo em resposta às convenções e tradições sociais..." Carl Jung

Assim a Personalidade, afasta-nos daquilo que realmente somos por causa dos paradigmas da sociedade e daqueles que nós próprios fomos criando. A Personalidade mascara as causas que nos levam a agir e a ser de uma determinada forma na atualidade, dificultando a visualização de como podemos alcançar a nossa verdadeira libertação, a qual nos permitirá vislumbrar a nossa Individualidade.

Desenvolvamos então todos os esforços para nos autosuperarmos (tápas) no sentido de progredirmos nesse autoestudo (swádhyáya) em direção à nossa renovação e que ela seja um fator de motivação para muitos outros deixarem cair as suas máscaras e serem mais eles próprios. 

Talvez este seja um bom desígnio a imprimir nos votos para o novo ano de 2012!
António Pereira

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Conheça tudo, mas toque as pessoas!


Saber e conhecer tudo: teorias, conceitos e técnicas é de extrema importância nos dias de hoje, mas mais importante que tudo isso é saber tocar no íntimo de cada pessoa para catalizar a sua transformação e aperfeiçoamento. 

"Conheça todas as teorias, domine todas as técnicas, mas ao tocar uma alma humana seja apenas outra alma humana." Carl Jung

Não basta saber praticar bem as Técnicas do Método DeRose ou saber transmitir bem os seus Conceitos, se não formos um exemplo da transformação que esta Cultura proporciona no ser humano e na sociedade, tocando fundo nos outros com o nosso exemplo de coerência de comportamento com esses Princípios e Valores.
António Pereira

Boas Festas!


Votos de um Natal com alegria, serenidade, bem estar e união entre todos os familiares e amigos para que se encontre a energia e a lucidez para se ter um Ano de 2012, cheio de renovação, crescimento, felicidade, prosperidade e de uma estabilidade enriquecedora em alto desempenho.
António Pereira

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Sonha e acorda!


Sonhar é uma forma de criar um arquétipo para concretizar algo, mas sem a força interior de nos autoobservarmos o sonho não ganha força para se realizar.

«Quem olha para fora sonha, quem olha para dentro acorda.» Carl Jung

Mantenha-se acordado para poder sonhar ainda melhor e realizar os seus desígnios e concretizar objectivos.
António Pereira

sábado, 10 de dezembro de 2011

Como os riachos...



Muitas vezes pensamos e sentimos que deveríamos ser leves e descontraídos como os sábios e belos exemplos dados pela Natureza, mas os medos e os paradigmas enraizados dificultam essa transformação.

Dois sábios homens expressaram muito bem essa leveza e sapiência transmitida pela Natureza, através de um pensamento semelhante na sua essência, porém surgido em épocas diferentes.

«Ainda que os teus passos pareçam inúteis, vai abrindo caminhos, como a água que desce cantando da montanha. Outros te seguirão...» 
Saint-Exupéry

«Deveríamos ser como as águas dos riachos que, tranquilamente, contornam os obstáculos.» 
DeRose, in Sútras - Máximas de Lucidez e Extâse

São Conceitos como estes, entrelaçados com Técnicas que transformam o indivíduo que o Método DeRose propõem para criar as condições de melhoria da sociedade e da pessoa, a qual pelo seu exemplo inspira aqueles que com ele tomam contacto: famíliares, amigos, colegas de trabalho, fornecedores, etc.

Sejamos então cada vez mais como os exemplos que a Natureza nos ensina e inspiraram a Cultura ancestral na qual o Método foi colher ensinamentos!
António Pereira

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Mudam-se as opiniões, mudam-se as verdades

Desde o início da Civilização as opiniões foram mudando, de acordo com os tempos, os interesses, as investigações, as descobertas e suas conclusões sobre novas Verdades e assim se foram mudando os paradigmas vigentes por outros novos e mais atuais.

Até há bem pouco tempo julgava-se que os genes não mudavam. Porém, uma teoria recente denominada Epigenética acrescenta novos elementos surpreendentes, como o facto de o ambiente, a alimentação, fumo, stress, o exercício da parentalidade, deixarem a sua marca no genoma humano. 

Isto é quando nos expomos a substâncias nocivas, modificamos o código genético e pensa-se que essas transformações podem comprometer toda a descendência. Quer dizer que o estilo de vida dos pais poderá comprometer a vida futura da sua prole. Além disso a Epigenética também abre um mundo novo de possibilidades quanto ao tratamento das doenças mais temidas, como o cancro.

Outra ideia vigente, era o dogma central das Neurociências, a de que os neurónios não se regeneravam, ao contrário das restantes células. 

Hoje sabe-se que se continuarmos a exercitar a nossa memória e a aprendermos continuamente, promovemos o aparecimento de novas células cerebrais e que esses novos neurónios são importantes na formação das memórias. 

Mesmo sabendo-se que a quantidade de células novas formadas espontaneamente, são numa pequena e insuficiente quantidade para reparar os danos de um AVC, ao mesmo tempo constituem o ponto de partida para a pesquisa de soluções para a doença de Parkinson e Alzheimer.

Daí se conclui que muita coisa existe para se pesquisar, estudar, analisar para encontrarmos novas Verdades e opiniões.
António Pereira


quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades


Em tempos de mudança, tudo muda incluindo nós próprios e assim será ao longo da vida. Basta olhar para a Natureza que na sua aparente estabilidade das Estações do ano, imprime as suas mudanças, para não falar do Universo em constante mudança.

Sobre esse assunto deixo aqui um poema do grande poeta Camões que nos leva a profundas reflexões:

«Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,
Muda-se o ser, muda-se a confiança;


Todo o mundo é composto de mudança,
Tomando sempre novas qualidades.

Continuamente vemos novidades,
Diferentes em tudo da esperança;
Do mal ficam as mágoas na lembrança,
E do bem, se algum houve, as saudades.

O tempo cobre o chão de verde manto,
Que já coberto foi de neve fria,
E em mim converte em choro o doce canto.

E, afora este mudar-se cada dia,
Outra mudança faz de mor espanto:
Que não se muda já como soía.»

Luís de Camões (1524?-1580), in Sonetos

A mudança não deve ser vista como algo negativo, mas sim como uma componente da dinâmica da vida que muitas vezes é necessário cavalgar, para irmos até onde devemos chegar.

Preceito moderador: excesso de mudança é sinal de instabilidade. A mudança deve ser vista como um processo natural da vida na procura da estabilidade.
António Pereira

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Um pensamento e uma história fabulosa

Hoje li uma história e um pensamento fabulástico, colocado pelo Comendador DeRose no seu blogue e no Face. Por serem de extremo interesse publico-os aqui:

«Existe um livro chamado “Caixa de Ferramentas” da Editora do Chain que contém várias histórias com uma moral, inclusive esta da Cissa.

Tem outra muito boa chamada “Você conhece o seu talento?”

Um jovem procurou seu professor porque se sentia um inútil. Achava-se lerdo, não conseguia fazer nada bem feito. Desejava saber como poderia melhorar e o que devia fazer para que o valorizassem.


O professor, sem olhá-lo, lhe disse:


– Sinto muito, mas antes de resolver o seu problema preciso resolver o meu próprio. Talvez você possa me ajudar.


Tirou um anel que usava no dedo pequeno e deu ao rapaz, recomendando:


– Vá até o mercado. Preciso vender este anel porque tenho que pagar uma dívida. É preciso que você consiga por ele o máximo, mas não aceite menos do que uma moeda de ouro.


O rapaz pegou o anel e foi oferecê-lo aos mercadores. Eles olhavam com algum interesse, mas quando ele dizia o quanto pretendia por ele, desistiam.


Quando ele mencionava uma moeda de ouro, alguns riam, outros saíam sem ao menos olhar para ele. Somente um velhinho muito amável lhe explicou que uma moeda de ouro era muito valiosa para aquele anel.


Abatido pelo fracasso, o rapaz retornou à presença do professor, dizendo que o máximo que lhe ofereceram foram duas ou três moedas de prata. Ouro, nem pensar!


O dono do anel respondeu que seria importante, então, saber o valor exato do anel. Sugeriu que o jovem fosse ao joalheiro para uma correta avaliação. E fez outra recomendação: não importa o valor que lhe ofereçam, não venda este anel.


O jovem foi, um tanto desanimado. O joalheiro, depois de examinar com uma lupa a jóia, pesou-a e lhe disse:


– Diga ao seu professor que, se ele quiser vender agora, não posso lhe dar mais do que cinqüenta e oito moedas de ouro.


O rapaz teve um sobressalto:


– Cinquenta e oito moedas de ouro?


– Sim, retornou o joalheiro. Com tempo, eu poderia oferecer cerca de setenta moedas. Mas, se a venda é urgente…
O discípulo recusou a oferta e voltou correndo para dar a boa notícia ao professor.

Depois de ouvi-lo, o professor falou:


– Sente-se, meu rapaz. Você é como este anel, uma jóia única e valiosa. Como toda jóia preciosa, somente pode ser avaliada por quem entende do assunto.


Por acaso você imaginou que qualquer um poderia descobrir o seu verdadeiro valor?


Tomando o anel das mãos do rapaz, tornou a colocá-lo no dedo, completando:


– Todos somos como esta jóia: muito valiosos. No entanto, andamos por todos os mercados da vida pretendendo que pessoas inexperientes nos valorizem.» Blogue do Comendador DeRose

Uma história curiosa que de alguma forma tem relação com o pensamento:

«O problema com o mundo é que os idiotas são seguros e os inteligentes são cheios de dúvidas.» (Bertrand Russel), publicado no Facebook pelo Comendador DeRose


Uma boa reflexão, para cada um pensar sobre quanto vale, como os seus amigos, familiares, colegas, fornecedores, desconhecidos, etc., o estão a avaliar.
António Pereira

domingo, 27 de novembro de 2011

Releia os posts antigos

A maioria só lê os posts novos, esquecendo-se de ler os mais antigos e também de deixar o seu comentário e além disso, hoje em dia, muita gente opta por ser preguiçosa comentando só no Facebook. 

Faça um pequeno esforço e auto supere-se deixando o seu comentário no blogue e no Facebook e aproveite para reler os posts mais antigos.
António Pereira

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Sobre o passado

Sobre o passado:

«Atiramos o passado ao abismo, mas não nos inclinamos para ver se está bem morto.» William Shakespeare

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Gala DeRose - Porto 2011


No final da próxima semana, no dia 11 de Novembro, começa a Gala DeRose - Porto 2011, com o Lançamento e Sessão de Autógrafos do livro Quando É Preciso Ser Forte, do Comendador DeRose. Este evento ocorrerá no Edifício e Museu Casa do Infante, na Rua da Alfândega, n.º 10, no Porto.

O livro Quando É Preciso Ser Forte, aborda história, filosofia, cultura, orientalismo e muitos mais assuntos interessantes, sendo a autobiografia do Educador DeRose.

Nos dias seguintes haverão Cursos, jantares, encontros e convívio entre instrutores e também alunos. Todos abrilhantarão com a sua presença, a estadia entre nós deste grande Homem que tem inspirado e transformado a vida de milhares de pessoas. Compareça!
António Pereira

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Uma história fabulosa!

Do blogue do Comendador DeRose retirei uma história fabulosa:

«A seguinte cena aconteceu num voo da British Airways entre Johannesburgo (África do Sul) e Londres. 

Uma mulher branca, de aproximadamente 50 anos, chegou ao seu lugar, na classe económica, e viu que estava ao lado de um passageiro negro. 

Visivelmente perturbada, chamou a comissária de bordo. 

– Qual o problema, senhora? – perguntou a comissária. 

– Não está vendo? – respondeu a senhora – vocês me colocaram ao lado de um negro. Não posso ficar aqui. Precisa de me dar outra cadeira. 

– Por favor, acalme-se – disse a comissária – infelizmente, todos os lugares estão ocupados. Porém, vou ver se ainda temos algum disponível. 

A comissária se afasta e volta alguns minutos depois.
 

– Minha senhora, como disse, não há outro lugar vago. Falei com o comandante e ele confirmou que não temos mais lugares livres na classe económica. Resta apenas um lugar na primeira classe. 

E antes que a mulher fizesse algum comentário, a comissária continua: 

– Olhe, é incomum que a nossa companhia permita a um passageiro da classe económica sentar-se na primeira classe. Porém, tendo em vista as circunstâncias, o comandante acha que seria escandaloso obrigar um passageiro a viajar ao lado de uma pessoa desagradável. 

E, dirigindo-se ao senhor negro, a comissária prosseguiu:
 



– Portanto, senhor, caso queira, por favor, pegue na sua bagagem de mão, pois reservámos para o senhor um lugar na primeira classe. 
E todos os passageiros próximos, que estupefatos, assistiam à cena, começaram a aplaudir, alguns de pé.»

Festa do 17.º Aniversário do Espaço Lifestyle


Na próxima sexta-feira, dia 4 de Novembro, às 20 horas, teremos a Festa do 17.º Aniversário do Espaço Lifestyle.

Foi em Novembro de 1994 que abrimos este espaço, pelo qual passaram milhares de alunos, formamos dezenas de instrutores, realizaram-se vários Cursos do Comendador DeRose, eventos variados e exames da Federação nestas instalações.

Foi graças à participação de todas essas pessoas e das Equipas que foram sendo constituídas, até à Equipa actual liderada pelo Director-Geral Instrutor Eduardo Saldanha, com o apoio do seu braço direito Instrutora Andrea Miguel Freitas, que fomos crescendo e mantendo a qualidade do nosso trabalho e proporcionando um local agradável, não só para aprender uma Filosofia de vida saudável, mas também para fazer novas amizades e ter um alegre e descontraído convívio.

Obrigado a todos os alunos, ex-alunos, instrutores e em particular à Equipa actual de Instrutores e alunos de apoio: 

Inst. Eduardo Saldanha, Instª. Andrea Miguel Freitas, graduado Patrício Vinagreiro, yôginí Cheila Saldanha, yôginí Susana Sousa e o chêla Pedro Garcia.

Contudo, o principal agradecimento tem de ser para o Comendador DeRose, meu Mestre, por me ter ensinado há mais de 30 anos a filosofia do nosso Método e transmitido o seu conhecimento e experiência profissional e de vida.

Gostavamos de por contar na sexta-feira, com a presença de todos os colegas das outras Escolas Certificadas e Credenciadas da Rede DeRose, instrutores, alunos, ex-alunos e amigos.
António Pereira

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Segurança e insegurança

Numa altura tão instável e agitada, muitas mentes se sentem ainda mais instáveis e agitadas do que anteriormente.

No sentido de as apaziguar deixo aqui uma frase extraordinária,  relativamente à segurança e insegurança, que descobri esta manhã num livro que estou a ler.

«A única segurança real na vida está em apreciar a insegurança da vida.» in O Caminho Menos Percorrido, de M. Scottt Peck

Penso que esta frase poderá levar cada um a tirar grandes conclusões e a encontrar dentro de si uma força transformadora geradora da serenidade indispensável, para se levar a cabo mudanças profundas em nós e dessa forma podermos contribuir para melhorar a sociedade.
António Pereira

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Avaliações, Revalidações e Olhares de Nyása


Este fim de semana serão realizadas em Lisboa, pela Federação do Método DeRose de Portugal, as Avaliações e Revalidações de Instrutores. As Provas começarão na sexta-feira, continuarão pelo sábado e domingo e serão realizadas no Espaço Lifestyle (sede da Federação) e na Unidade Cinco de Outubro.

Entretanto, na sexta à noite haverá uma reunião de Directores de Unidades Certificadas e Credenciadas e no domingo após o encerramento das Provas, será realizada a reunião de instrutores e complementandos.

Além disso, no sábado às 21:30, na Unidade Marquês de Pombal, teremos o Olhares de Nyása, em que serei o convidado a ser entrevistado pelo meu amigo e colega Prof. Luis Lopes. Este evento é aberto a instrutores, alunos e convidados destes.

Antes do Olhares de Nyása, às 20:30 teremos um jantar indiano, para o qual os interessados deverão inscrever-se previamente junto da escola do Marquês de Pombal. 

Uma excelente oportunidade para conviver e ficar a conhecer um pouco melhor os 31 anos de história do Método DeRose em Portugal e restante Europa.

Como se costuma dizer, será um fim de semana em cheio. Por isso não pode perder!
António Pereira

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

BASTA! TU PODES MUITO MAIS DO QUE ATÉ TU IMAGINAS!


O nosso aluno Pedro Garcia, do Espaço Lifestyle, enviou-me um texto bem interessante acerca do facto de toda a gente falar continuamente de crise e de como isso acaba por virar uma pandemia que leva as pessoas a ficarem deprimidas, incapazes de reagir e de criarem um futuro melhor para si e para a sociedade.

É um texto que tem muito a ver com a proposta e a forma de ser e estar do Método DeRose. Então aqui fica o texto:

«Agora já só há quem fale de crise. Não estás farta e farto de tanta gente negativa, que a única coisa que sabem fazer é dizer mal, imaginar o pior, visualizar filmes de terror quanto ao futuro? Encontro pessoas que sofrem por imitação, queixam-se do que nunca lhes aconteceu, falam do que acham que vai acontecer sem saberem sequer o que vai acontecer,.... puxa, é de mais. 

Já chega de gente negativa. Basta! 


Desde quando é que gente triste resolveu algum problema? 
Desde quando é que com desmotivação se chegou a algum lado? 
Desde quando é que os Velhos do Restelo descobriram alguma coisa? 
Desde quando é que políticos bota-abaixo elevaram algum país? 
Desde quando é que profissionais rancorosos e desleais conseguiram ter êxito duradouro? 

De que estás à espera para mudar o mundo? 
De que estás à espera para melhorar a tua vida?
De que estás à espera para criar a tua empresa e fazeres o que gostas? 
De que estás à espera para dar um pontapé no teu passado de tristeza e amargura e levantar a cabeça, endireitar as tuas costas e avançares com determinação para o futuro que vais criar? 


Estás à espera que os semáforos estejam todos verdes para saíres de casa? Então nunca vais sair. 
Está na hora de arriscar. E dirás: não é perigoso? Claro que é, mas vês alternativa melhor? Estás à espera que a crise desapareça? 

Tenho uma novidade para ti: o futuro será de crise constante pois a velocidade da mudança é maior do que a tua e vamos estar sempre em crise. 

Que vais fazer quanto a isso? Reclamar, queixar-te, ou vais mudar e mudar o mundo? 


Eu estou nesta equipa e raios me partam se não vamos conseguir. Já estivemos na nossa história em momentos muito difíceis e triunfámos. Vamos fazê-lo de novo pois o sangue que nos corre nas veias não é de fracassados mas de gente de barba rija que mudou o mundo e deu novos mundos ao mundo. E vamos fazê-lo de novo. 

TU PODES MUITO MAIS DO QUE ATÉ TU IMAGINAS! 

Obrigado por estares aí e desejo uma excelente semana para ti.»   Adelino Cunha

Mude o mundo, começando por si! Esse é o lema do Método DeRose que também tem sido veiculado pela Ordem do Mérito das Índias Orientais.

Em cada Escola do Método DeRose ensinam-se as Técnicas que actuam e aprimoram o indíviduo e os  Conceitos que o transformam tornando-o mais actuante na sociedade.
António Pereira

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Curso de Alimentação com Método, no III Milénio


Hoje sábado, às 15 horas, no Espaço Lifestyle, irei dar o Curso teórico e prático, Alimentação com Método, no III Milénio.

A alimentação faz parte dos Conceitos do Método DeRose, reeducando-nos em relação aos paradigmas de hábitos e comportamentos adquiridos pela educação e sociedade. 

Através do exemplo e pelo convívio aprendemos como adoptar e incorporar naturalmente na nossa vida uma alimentação mais gostosa e saudável que irá melhorar a nossa forma de viver.

Na teoria daremos a conhecer os vários regimes alimentares conhecidos, o impacto negativo que alguns deles têm no meio ambiente, qual deles o Método DeRose recomenda e como essa será a tendência futura da Humanidade. 

Este tipo de alimentação permite aumentar a nossa perfomance e o rendimento na prática das Técnicas deste Método e através dos seus Conceitos, aplicamos esta forma mais gostosa e saudável na vida diária.

Uma experiência a não perder!
António Pereira

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Auto Superação (Tapas)


A única forma de podermos ir mais além, é auto superar-nos (tapas). Isso é muito bem ilustrado pelo seguinte pensamento:

«Não se sai de uma situação de risco sem se correr riscos.» Maquiavel

Algumas imagens podem reforçar essa ideia, pelo que deixo aqui um pequeno filme extraído do blogue do Comendador DeRose:


Devemos porém aplicar essa energia na superação dos obstáculos diários, para podermos alcançar os objectivos previamente estabelecidos e crescermos como indivíduos.
António Pereira

domingo, 16 de outubro de 2011

Às vezes...

Às vezes o sono não vem, porque nada me espera e a noite me encanta com o seu silêncio e a sua quietude calma. Imagens correm pela minha mente e vozes falam desde o meu interior. É uma sensação estranha, escutar-me quando ninguém me ouve na negritude da noite, enquanto lá fora todo um mundo ainda continua meio activo e outro viaja pelos sonhos de um sono profundo.

Ultimamente habituei-me a deixar o sono tocar-me e somente dessa forma me embriagar num cansaço, em que os olhos se enevoam, como se estivessem partidos. Uma expressão dos tempos de criança, trazida por uma memória das terras do alentejo.

São horas, são horas alguém grita, não sei de onde, por ter de ser, porque sempre foi assim e não por o corpo querer. Existem tantas coisas ainda a conhecer sobre nós que a vida corre e corre e tudo nos parece escapar nessa rapidez cada vez maior. E sempre a sensação de dentro, da criança que sempre existiu e existirá até ao final dos tempos, deste momento chamado vida.

Amadureci, mas ao mesmo tempo rejuvenesci e aprendi coisas que sempre trouxe comigo, escondidas na pele, no corpo, na mente, na memória dos tempos dos antepassados que nos construiram ao longo de gerações de familiares com o intuito de nos tornarmos naquilo que esperamos vir a ser, se por isso nos esforçarmos e não passarmos ao lado desse momento de glória e realização.

Às vezes após escutar estes diálogos, o sono toca-me no ombro e fala-me ao ouvido e diz-me: «Está na hora meu amigo.» Como se fosse aquela cantiga escutada em criança ou o ritual da mãe que prepara o filho para o seu descanso, dele e dela.

Está na hora! Amanhã há mais, assim esperamos sempre. Mergulhemos no sono que nos transportará para outros lugares e trará sensações diferentes. Amanhã há mais!
António Pereira

Método DeRose

Saiba mais sobre o Método DeRose visitando uma das nossas Escolas e lendo sobre esta Metodologia que proporciona uma Alta Perfomance ao Ser humano.

Ficam aqui um «cheirinho» com duas frases do sistematizador deste Método:

«As Técnicas aprimoram o indivíduo, os Conceitos transformam-no.» Comendador DeRose

«As Técnicas actuam no indivíduo, os Conceitos na sociedade.» Comendador DeRose

António Pereira

domingo, 9 de outubro de 2011

Aula Avançada



A partir de Janeiro de 2012 darei mensalmente uma aula avançada de SwáSthya, no Espaço Lifestyle, em Lisboa, para todos os alunos e instrutores da nossa Rede de escolas Certificadas, Credenciadas e Agregadas. 

Está prevista a realização da mesma aula no Porto, provavelmente a partir de Fevereiro, mas sujeita a confirmação.

Será uma oportunidade para os inscritos vivenciarem da experiência acumulada por mim, durante 30 anos de ensino e 34 anos de prática e estudo do SwáSthya e do Método DeRose.
«Abhyása (a prática diligente), consiste no enérgico afã de conquistar a estabilidade.» I-13, in Yôga Sutra de Pátañjali, Mestre DeRose 

«Esta, porém, alicerça-se solidamente só com a prática diligente cultivada por um longo tempo, sem interrupção e com profunda dedicação.» I-14 in Yôga Sutra de Pátañjali, Mestre DeRose
Esta aula só contempla 17 vagas e neste momento metade delas já estão preenchidas, pelo que os interessados devem quanto antes fazer a sua reserva. 

Sugere-se a consulta prévia, na sua escola ou no Espaço Lifestyle, dos pré-requisitos exigidos para poder frequentar esta aula. 

Aperfeiçoe a sua prática de SwáSthya e compreenda melhor os Conceitos do Método DeRose, de modo a eles passarem a ser parte da sua forma de ser e de estar.
António Pereira

Reflexões do dia

Um deste dias em Roma, estive a folhear o meu bloco de apontamentos e a reler frases, ideias e pensamentos que fui escrevendo ao longo do tempo. Algumas delas, recentemente apontadas, fixaram-se na minha mente e impulsionaram-me a que as publicasse aqui.

«Não aprendeu a lição da vida quem não domina o medo de cada dia.» Ralph Emerson (1803-1882), escritor e filósofo estado-unidense

«Um professor tem de ser um exemplo em tudo.» Maria José Ferraz, 81 anos, professora de português reformada (aposentada para os brasileiros)

«A minha obra de arte é a minha acção: trabalhar para criar a consciência de que todos temos uma parte da sensibilidade que não está explorada.» Elvira Leite, professora de Educação Visual, condecorada pelo ex-Presidente da República Portuguesa, Dr. Jorge Sampaio, como reconhecimento pelas causas da Educação e da Cultura.

Boas reflexões!
António Pereira

sábado, 8 de outubro de 2011

Roma - Curso de Gestão das Emoções


Hoje dei o Curso de Gestão das Emoções, na Unidade Parioli, em Roma, escola dirigida pelo Instrutor Carlo Mea que é assessorado pela Instrutora Natacha Santos, sua shaktí.


Quero aqui agradecer o convite para dar este Curso, o qual correu de uma forma excelente, com uma organização impecável da equipa da Parioli. 

Contámos com a da hospitalidade, o carinho e a participação entusiasta de uma turma de queridos alunos. Obrigado e até à próxima. 

Baci e arriverdeci!
António Pereira

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

A actuação do Método DeRose no indivíduo


Sobre a actuação do Método DeRose no indivíduo e na sociedade, transcrevo aqui uma frase da minha amiga, Monitorada e membro da Equipa do Espaço Lifestyle:

«Através de um conjunto de técnicas de respiração, concentração, descontracção, intuição, entre outras, o indivíduo vai conquistando mais estabilidade, mais refinamento e mais sensibilidade, o que lhe permite estar mais atento e evitar situações de conflitos, nomeadamente junto daqueles que lhe são queridos. Paralelamente o Método é constituído por um conjunto de Conceitos que promovem uma Cultura de valorização e respeito pelo indivíduo.» Instª. Andrea Miguel Freitas

Daí podemos acrescentar que estando instável a pessoa perde a sua orientação, o seu norte, a noção do caminho e dos objectivos a que se propõe.

A estabilidade promove a criação e a geração do progresso do indíviduo e do meio onde este se encontra inserido, tornando-se um motor para a evolução da Humanidade.
António Pereira

Viagens

Viajar alarga-nos os horizontes do presente, do passado e do futuro, como se tivéssemos uma viagem dentro da actual viagem, num circuito de expansão de consciência, tempo e espaço.
António Pereira

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Boa viagem Mr. Jobs


- “É a inovação que distingue um líder de um seguidor.”




- “Sê a bitola da qualidade. Algumas pessoas não estão habituadas a um ambiente em que a excelência é expectável.”


- “A morte é muito provavelmente a melhor invenção da vida.”

“Lembrar-me de que todos estaremos mortos em breve é a ferramenta mais importante que encontrei para me ajudar a fazer as grandes escolhas na vida”.

- “Ser o homem mais rico do cemitério não me interessa… Ir para a cama à noite a pensar ‘hoje fizemos algo maravilhoso’… Isso é que é importante para mim.”


Boa viagem, Mr. Jobs!
António Pereira

Em Roma, na Vila Borghese


Cheguei ontem a Roma, onde irei dar um Curso na Unidade Parioli, dirigida pelo instrutor Carlo Mea e assessorado pela instrutora Natacha Santos, sua shaktí.

O Curso realiza-se no sábado, das 15 às 19 horas e tem como tema Gestão das Emoções. Enquanto o dia do evento não chega aproveitei hoje para visitar o Museu da Vila Borghese e os jardins que o circundam.


Esteve um dia bonito, de Sol e céu azul, mas com uma temperatura amena, sem estar muito quente. O Museu Borghese tem um grande espólio de pintura, onde sobressaiem vários quadros de Caravaggio,  esculturas de onde se destaca Bernini e Canova e também várias estátuas e pisos em mosaico romano antigo.

Foram duas horas muito bem passadas, mas também cansativas. Para recuperar energias aproveitei a sombra, de um dos vários bancos de pedra que ficam em frente ao Museu. 

Enquanto observava a arquitetura da fachada e as pessoas que também descansavam, ouvia os acordes de guitarra de várias peças clássicas tocadas por um senhor que deve passar ali as tardes a ganhar o seu sustento.


Após uns 45 minutos, o estômago alertou-me da necessidade de ter de comer alguma coisa, pelo que resolvi caminhar até uma barraquinha de venda de sanduíches e bebidas. Comi junto a um pinheiro a contemplar as árvores, as pessoas, os esquilos e os passáros que surgiam.

Como estava realmente muito bom, peguei no livro que levei comigo e fiquei a ler. Depois caminhei sem rumo pela Vila Borghese e descobri um vale onde os romanos passeiam os seus cães. 


Após obervar vários dos nossos fiéis amigos e seus companheiros humanos, comecei a fazer o caminho de volta até à Unidade Parioli. Foi um dia bem passado na Vila Borghese!
António Pereira


segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Crise ou oportunidade de transformação?


Sobre a tão falada crise e as oportunidades que dela surgem ou pelas quais criamos algo diferente, retirei do blogue do Comendador DeRose, um texto interessantíssimo para ser lido e ao mesmo tempo se reflectir profundamente sobre ele:

«Não pretendemos que as coisas mudem, se sempre fazemos o mesmo. A crise é a melhor benção que pode ocorrer com as pessoas e países, porque a crise traz progressos. A criatividade nasce da angústia, como o dia nasce da noite escura. É na crise que nascem as invenções, os descobrimentos e as grandes estratégias. Quem supera a crise, supera a si mesmo sem ficar “superado”. Quem atribui à crise seus fracassos e penúrias, violenta seu próprio talento e respeita mais aos problemas do que às soluções. A verdadeira crise, é a crise da incompetência. O inconveniente das pessoas e dos países é a esperança de encontrar as saídas e soluções fáceis. Sem crise não há desafios, sem desafios, a vida é uma rotina, uma lenta agonia. Sem crise não há mérito. É na crise que se aflora o melhor de cada um. Falar de crise é promovê-la, e calar-se sobre ela é exaltar o conformismo. Em vez disso, trabalhemos duro. “Acabemos de uma vez com a única crise ameaçadora, que é a tragédia de não querer lutar para superá-la”».
Albert Einstein

Geremos a capacidade de auto-superação para nos transformarmos e lutemos para alcançar os nossos objectivos!
António Pereira

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

DeRose Lifestyle Weekend - já em andamento


É hoje o DeRose Lifestyle Weekend. Já está a decorrer a primeira actividade no Espaço Lifestyle. Depois teremos a apresentação do evento e começaremos a preparar-nos para nos dirigirmos para Sagres. 

Em Sagres, no Hotel Baleeira daremos andamento ao restante programa. Vai ser um fim de semana espectacular!

Para o ano há mais. Programe-se com antecedência para participar das poucas vagas que este evento contempla.
António Pereira

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Como o tempo passa...

Retirei do blogue do Comendador DeRose um pequeno filme demonstrativo de como a vida é um sopro e como passa rápido.


Para reflectir sobre a importância desta experiência chamada vida, como a aproveitar melhor, usando-a com qualidade e como dedicar mais tempo às pessoas que amamos e ao que nos dá prazer e nos faz crescer como seres humanos.
António Pereira



quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Hoje é um grande dia


Hoje é um grande dia para o Espaço Lifestyle. Dia em que se oficializa a passagem da Direcção da Escola para o instrutor Eduardo Saldanha. 

É também o dia da prática gregária de mentalização, entre todas as escolas do Método DeRose da região de Lisboa. 

No final faremos uma pequena Cerimónia de Passagem para o Cargo de Director, em que empossarei o Instrutor Eduardo Saldanha com a insígnia branca de Director-Geral, formalizando-o como Director do Espaço Lifestyle, função que exercia como Director Executivo.

Contamos com a presença de todos os nossos alunos e de todos os instrutores e alunos das restantes escolas para engrandecer e enobrecer este momento tão especial para nós, com a energia e felicidade de todos.
António Pereira

terça-feira, 27 de setembro de 2011

DeRose Lifestyle Weekend - um fim de semana enriquecedor


Neste fim de semana, o Espaço Lifestyle realiza o seu 1.º DeRose Lifestyle Weekend, em Sagres. É um evento que valoriza a personalização e convívio entre a Equipa (António Pereira, Eduardo Saldanha e Andrea Miguel Freitas) e os participantes, sendo aberto a poucas vagas e por isso mesmo direccionado a um grupo seleccionado.


A ideia principal é reproduzir uma experiência semelhante à de um ashram (Escola de Filosofia em que os alunos estudam, praticam e trabalham durante um certo período de tempo), proporcionando a cada participante o conhecimento e vivência dos Conceitos e Técnicas do Método DeRose, fortalecendo o sentimento gregário, ao mesmo tempo que se alia o conforto do Hotel Baleeira, com a beleza da paisagem que o circunda.


É um evento aberto aos alunos do Espaço Lifestyle, mas também disponibilizamos algumas poucas vagas para os instrutores e alunos das Escolas Certificadas e Credenciadas do Método DeRose que sejam autorizados e recomendados pelo Director e Monitor da sua Escola.


Não perca, porque vai ser uma experiência fantástica!
António Pereira

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Agradecimento à Unidade Antas

Quero agradecer à equipa da Unidade Antas, do instrutor Eduardo Cirilo, a excelente organização do Curso de Sensibilidade e Autoconhecimento, realizado no sábado passado na cidade do Porto e à fantástica recepção e participação de todo o grupo de participantes.

Ficam aqui alguns testemunhos:

«Este curso vai ter certamente repercussões imediatas na minha vida, dado que o fiz no momento exato que deveria ser feito.»  Marta Sousa - Unidade Antas

«Mostrou-me ou salientou que a libertação da mente e do nosso corpo físico leva-nos muito longe, onde os outros nos impedem de ir... O Curso foi excelente, muito construtivo e agradável.» Alexandra Bessa, engenheira civil.

Até uma próxima!
António Pereira

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Hoje Gourmet e Tertúlia Cultural

Hoje realiza-se no Espaço Lifestyle, o Gourmet cuja confecção é da autoria da aluna Susana Cravo, seguido da Tertúlia Cultural. 

Finalmente, hoje os curiosos que me perguntaram qual seria o tema tabú da Tertúlia, lançado no último post, poderão descobrir do que se trata. 

Fica o convite para os alunos que não possam vir ao Gourmet e desejem participar na Tertúlia que apareçam por volta das 22 horas. 

Vai ser bem interessante falar sobre este tema, o qual mexe com os medos e anseios da maioria das pessoas, mas aos trocarmos ideias com certeza iremos abrir outras perspectivas e trazer alguma serenidade à forma como o encaramos.
António Pereira 

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Tertúlia Cultural no Espaço Lifestyle


Nesta sexta-feira, temos um Gourmet com Tertúlia Cultural, no Espaço Lifestyle, em Lisboa. O Gourmet irá ser cozinhado pela nossa aluna Susana Cravo e pelas indicações do Menú, promete momentos de degustação divinal.

Em relação à Tertúlia (s. f., 1. reunião familiar; 2. Assembleia literária; 3. Agrupamento de amigos), iremos falar sobre um tema controverso e que dá o título de um livro recente (suspense). 

Esse tema é para a maioria das pessoas tabú e até lhes mete uma certa impressão, mas é algo que nos acompanha diariamente e ao longo da vida. Por isso devemos reflectir sobre essa questão, com lucidez e a cabeça livre de preconceitos e medos. 

Acredito que iremos ter uma conversa esclarecedora, promovedora de uma amplitude de consciência e lucidez para todos nós. 

Contamos com a presença de todos os alunos e seus convidados!
António Pereira

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Curso no Porto


Este sábado, dia 24 de Setembro, estarei na cidade do Porto para dar o Curso de Sensibilidade e Autoconhecimento, na Unidade Antas.

Para quem não conheça bem este meu Curso, deixo aqui alguns testemunhos de participantes de uma outra Escola:

«Este é um dos cursos que mais gostei de fazer até este momento. E já foram muitos!» Carlos Cunha, Instrutor do Método DeRose, na Unidade Telheiras 

«Acho que aquilo que senti no final do curso prova o impacto desta vivência... Não parei de sorrir nos 3 dias seguintes!!!» Catarina Silva, aluna no grau de aspirante, na Unidade Telheiras

«Este é para mim sem dúvida um dos melhores cursos do Método DeRose.» Etianette Melo, Instrutora do Método DeRose, na Unidade Telheiras

«Obrigado por me terem dado esta oportunidade, foi sem dúvida uma tarde que vai ficar na minha memória, como algo muito positivo.» Paula Castanheira, aluna no grau de sádhaka, na Unidade Telheiras

Será uma excelente oportunidade para nos divertirmos todos, conhecer melhor os alunos e instrutores da Unidade Antas e estar com a restante Egrégora nortenha.
António Pereira

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Um agradecimento!

Ontem ministrei para alunos em formação e Instrutores do Método DeRose, o Curso de Aperfeiçoamento da Avaliação de Formadores (antigo Curso de Preparação para Banca Avaliadora), na Unidade 5 de Outubro - Método DeRose.

Quero agradecer à Directora Pedagógica da Federação, Profª. Letícia Ziebell pela iniciativa e a todos os participantes, especialmente à Profª. Zélia Couto e Santos que assumiu a organização impecável do Curso, da responsabilidade da Federação do Método DeRose de Portugal.
António Pereira

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Para reflectir

«Lembrar que estarei morto em breve é a ferramenta mais importante que já encontrei para me ajudar a tomar grandes decisões. Porque quase tudo - expectativas externas, orgulho, medo de passar vergonha ou falhar - caem diante da morte, deixando apenas o que é importante. Lembrar que você vai morrer é a melhor maneira que eu conheço para evitar a armadilha de pensar que você tem algo a perder. Você já está nu. Não há razão para não seguir seu coração.» (by Steve Jobs )

Fantástico pensamento! Penso que só quem tenha passado por uma experiência de pré-morte ou esteja mais perto dela consiga sentir-se completamente identificado, mas é uma abertura de consciência para todos os outros, porque mais cedo ou mais tarde, todos vamos morrer.
António Pereira

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Existem pessoas estranhas


Existem pessoas que não sabem quem são, nem sabem aquilo que querem. Existem pessoas que se desconhecem e por isso gostam de magoar e atacar os outros, com a sua falta de jeito e excesso de mimo. São pessoas que não se conseguem encontrar a si próprias, nem gostam que os outros se encontrem a eles e a outros como eles.

Essas pessoas irão julgar que estas palavras não são para elas, mas para os outros que não precisam delas.

Por isso, essas pessoas gostam de semear a confusão e a discórdia, através da difamação e da sua ignorância sobre o rumo da Vida e sobre as Grandes Verdades Universais. São pessoas que parecem cheias de conteúdo e às quais acabamos por nutrir afecto e carinho, mas que facilmente nos traiem e hostilizam por acharem que elas sabem a Verdade sobre tudo, mesmo sem terem a experiência da vida e a maturidade adquirida com esta.

São pessoas tristes com a sua tristeza e com as suas neuroses cada vez mais neuróticas. São pessoas difíceis consigo próprias e difíceis de descobrirmos como elas são nas primeiras impressões. São pessoas que se infiltram com a sua simpatia, mas que acabam por só se quererem ouvir a elas próprias e discordar de tudo e de todos os que tenham opiniões diferentes das delas.

São pessoas que querem que tudo se adapte a elas, como se fossem o centro do Universo a quem devemos prestar atenção e vassalagem. Tornam-se incomodativas para com quem convivem, os quais passam a desejar que essas pessoas não estejam presentes  e quando o estão evitam manter tanto contacto, por tornarem o ambiente pesado e a sua neurose poder ser contagiosa.

São pessoas que precisam de acompanhamento profissional para poderem ficar melhor consigo próprias e com os outros, mas elas não vão entender estas palavras e ainda as vão considerar ofensivas, mesmo que estas linhas tenham no seu meio carinho e apontem um caminho para essas pessoas se reencontrarem.

Todos nós queremos o melhor para essas pessoas, mas elas não querem o melhor para elas e assim não podemos conviver mais com essas personagens, bastando-nos somente desejar que a vida lhes dê os ensinamentos necessários para se encontrarem a si próprias e poderem ser mais felizes e estáveis.
António Pereira

domingo, 4 de setembro de 2011

O que é o Método DeRose



Para quem não tem uma ideia clara sobre O que é o Método DeRose e mesmo para aqueles que pensam saber bem o que é, fica aqui um texto retirado do blogue do Comendador DeRose e sistematizador deste Método de aperfeiçoamento humano.
Esta é uma forma de todos os nossos amigos, colegas instrutores, alunos, familiares e amigos destes absorverem directamente essa informação do codificador do Método, relembrando algo que já ouviram, mas precisa de ficar mais bem sabido para melhor se informar aqueles com quem travamos contacto e sentem empatia com a nossa maneira de ser e estar no mundo, para que conheçam e venham experimentar e sentir aquilo que propomos com esta Cultura.
O que é o Método DeRose 
O Método DeRose é uma proposta de boa qualidade de vida, boas maneiras, boas relações humanas, boa cultura, boa alimentação e boa forma. Desenvolve altaperformance profissional e desportiva. Algumas das nossas ferramentas são a reeducação respiratória, a administração do stress, as técnicas orgânicas que melhoram o tônus muscular e a flexibilidade, procedimentos para o aprimoramento da descontração emocional e da concentração mental. Tudo isso, em última instância, visando à expansão da consciência e ao autoconhecimento. Nossa casa é um espaço de cultura e bem-estar. Um ambiente onde você poderá participar de palestras, cursos e aulas práticas, tanto em grupo quanto com personal trainer.
Nossa proposta cultural
Segundo o Dicionário Houaiss, cultura significa, entre outras coisas: conjunto de padrões de comportamento, crenças, conhecimentos, costumes etc. que distinguem um grupo social. Pois bem, Nossa Cultura é uma reeducação comportamental que contempla especialmente a qualidade de vida, o bom relacionamento entre os seres humanos e tudo o que possa estar associado com isso.
Nossa proposta de reeducação comportamental visa a tornar as pessoas melhores, mais polidas, mais viajadas, mais refinadas, mais civilizadas, mais cultas, que aprimorem até sua linguagem e suas boas maneiras. Propomos uma forma mais sensível e amorosa de relacionamento com a família, com o parceiro afetivo, com os amigos, com os subordinados e com os desconhecidos. Recomendamos que eventuais conflitos sejam solucionados elegantemente, sem confrontos. De quebra, ensinamos como respirar melhor, como relaxar, como concentrar-se e cultivar a qualidade de vida, proporcionando condições culturais e sociais para que os jovens se mantenham longe das drogas, do fumo e do álcool. Tudo isso junto, em última análise, conduz ao autoconhecimento.
O Método não serve como terapia
Portadores de problemas psicológicos, psiquiátricos ou neurológicos tendem a piorar com a prática do Método. Também não é recomendado para crianças nem para idosos, nem para gestantes, nem para enfermos.

O Método como instrumento de transformação do mundo
As técnicas aprimoram o indivíduo, porém os conceitos permitem mudar o mundo, criando ondas de choque com as quais o praticante da Nossa Cultura influencia, mediante o exemplo de bons hábitos, primeiro, o círculo familiar; depois, o círculo de amigos e colegas de trabalho, de faculdade, de esporte; por último, o círculo das pessoas com as quais nós cruzamos na nossa vida, inclusive os clientes, os fornecedores e os desconhecidos.
É que as técnicas só beneficiam quem decidiu praticar formalmente o Método, senta e faz os exercícios. Mas esse praticante, quando incorpora os conceitos, contagia os familiares e os amigos que acabam praticando a Nossa Cultura. É o marido ou esposa, é o filho ou o pai, ou o irmão que acha que “ainda” não aderiu ao Método porque não colocou um rótulo, no entanto, já absorveu um life style, um modus vivendi, adotou hábitos, atitudes, comportamentos saudáveis que são o cerne do nosso Método.

Nossa definição de qualidade de vida
Qualidade de vida é relacionar-se de maneira descontraída, ética e responsável com o meio ambiente e o meio sócio-cultural, procurando compartilhar e interagir, agregando sempre generosidade, elegância, respeito e carinho às nossas relações humanas (sociais, profissionais, familiares, afetivas e outras), mediante a adoção de um conjunto de valores que incluem boa cultura, boa civilidade e boa educação.
Qualidade de vida é manter um padrão de gastos dois degraus abaixo do que você ganhar. É residir próximo ao trabalho. É alimentar-se com frugalidade. É conseguir extrair satisfação de todas as coisas. É esbanjar o seu tempo dando atenção aos amigos e aos conhecidos. É dar flores à pessoa amada. É não se deixar abalar pelos percalços da vida. É amar com franqueza e perdoar com sinceridade.
A melhor forma de manifestar o seu reconhecimento pelo nosso trabalho e agradecer aquilo que o Método DeRose lhe tem proporcionado na vida, é divulgar esta Cultura junto dos seus amigos, familiares, colegas e conhecidos. Uma opção para o fazer é promover pequenos encontros - Tertúlias - na sua casa, com os seus amigos, junto com os seus professores e instrutores para estes melhor esclarecerem como funciona este Método. 
António Pereira