segunda-feira, 2 de maio de 2011

Mais sobre viagens

"Sê dono apenas do que podes transportar contigo; conhece línguas, conhece países, conhece pessoas. Deixa que a tua memória seja o teu saco de viagem." Alexander Soljenitsyn, escritor russo (1918-2008)
António Pereira

4 comentários:

Sandra disse...

Olá Professor :)

Subscrevo por baixo!Pensando que conhecendo-nos a nós mesmos, as pessoas e o mundo onde estamos inseridos, certamente estaremos no bom caminho!

Um abraço grande,
Sandra.

Susana disse...

Olá Professor,

Que lindo e que difícil!

Enquanto trabalha para acumular para a próxima viagem, o homem tende a esquecer-se da vivência do aqui e agora. Cada momento devia ser tão importante como uma viagem. Cada pessoa, um país. Cada língua, uma estrela.A memória, um continente.

Ir de um momento ao outro é afinal uma grande viagem. Mesmo que se caminhe de mãos vazias, respiramos. Somos.

"Um homem é rico em proporção ao número de coisas de que pode abdicar." Henry David Thoreau

Beijinhos,

Susana

Prof. António Pereira disse...

Susana,
Muito interessante o pensamento final e aquilo que expressaste. O pensamento do Henry David Thoreau, podemos dizer que é um bom exemplo de apárigrahá (desapego).
Beijinhos de saudades.
António Pereira

P.S.- Na 5ª já estou em Lisboa.

Susana disse...

Beijinhos com saudades! :)