terça-feira, 14 de junho de 2011

Repensar...


Existem momentos em que temos de olhar para trás e repensar tudo, fazer um balanço e definir como irá ser daqui para a frente. Isso geralmente implica, ter a coragem de reformular as coisas e reorganizá-las para podermos partir para a mudança nas formas de actuar, de ser e de estar.

A mudança de comportamentos acaba por ser o mais difícil, porque muitas vezes não queremos abdicar de algo que acabou por se estabelecer na nossa vida e está tão colado a nós que acabamos por não ver, como isso nos está a prejudicar o progresso. 

Mudar essa forma de pensar e agir, acarreta uma profunda análise e ter o desapego de nos libertarmos desses comportamentos que nos atravancam a evolução para outros patamares sentidos, mas ainda não vividos.

Por isso, às vezes é preciso dar um passo atrás, para podermos dar dois passos certos em frente e caminharmos para outras certezas mais simples e esclarecedoras.
António Pereira

7 comentários:

Fátima Damas disse...

Olá Professor,

Para mim, este 'post', explica a aventura de termos consciência de nós próprios! Exige coragem, força e lucidez para mudarmos o que nos desvia do caminho que queremos para nós. Que nos traz felicidade. Desventura é não arriscar e perder-mo-nos a nós próprios!
Gostei muito. Obrigada por partilhar!
Beijinhos
Fátima Damas

Prof. António Pereira disse...

Obrigada Fátima pelo comentário! É isso mesmo, viver a vida total e intensamente em direcção ao nosso íntimo.
Beijos,
António Pereira

Jose Miguel disse...

Professor,

Obrigado por nos obrigar a repensar. Sem dúvida devemos procurar ser felizes. Tudo se complica um pouco quando não nos apercebemos que estamos a trilhar um caminho que não nos traz felicidade, ou porventura não temos sequer a lucidez suficiente para perceber a urgência da mudança. Nunca é tarde para interiorizar a necessidade de mudar, e mudar mesmo. Para isso é necessário coragem e entusiasmo.
Abraço,
José

Prof. António Pereira disse...

Obrigado José pelo comentário!
Abraços,
António Pereira

Pena disse...

Um grande abraço de carinho e força para a nova fase da vida é o principal que tenho e posso dizer além do que já está dito, o importante é mesmo não parar de andar para a frente :)

Sandra disse...

E ás vezes uma grande mudança parte de um pequeno movimento num outro sentido ! Depois de iniciar o novo caminho é ter a coragem de seguir em frente e não nos deixarmos paralisar pelo medo...obrigada por partilhar as suas reflexões, é bom poder contar com a sua experiência e sabedoria. Um abraço.

Prof. António Pereira disse...

Obrigada Sandra, pelo teu comentário!
Beijos,
António Pereira