segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Crise ou oportunidade de transformação?


Sobre a tão falada crise e as oportunidades que dela surgem ou pelas quais criamos algo diferente, retirei do blogue do Comendador DeRose, um texto interessantíssimo para ser lido e ao mesmo tempo se reflectir profundamente sobre ele:

«Não pretendemos que as coisas mudem, se sempre fazemos o mesmo. A crise é a melhor benção que pode ocorrer com as pessoas e países, porque a crise traz progressos. A criatividade nasce da angústia, como o dia nasce da noite escura. É na crise que nascem as invenções, os descobrimentos e as grandes estratégias. Quem supera a crise, supera a si mesmo sem ficar “superado”. Quem atribui à crise seus fracassos e penúrias, violenta seu próprio talento e respeita mais aos problemas do que às soluções. A verdadeira crise, é a crise da incompetência. O inconveniente das pessoas e dos países é a esperança de encontrar as saídas e soluções fáceis. Sem crise não há desafios, sem desafios, a vida é uma rotina, uma lenta agonia. Sem crise não há mérito. É na crise que se aflora o melhor de cada um. Falar de crise é promovê-la, e calar-se sobre ela é exaltar o conformismo. Em vez disso, trabalhemos duro. “Acabemos de uma vez com a única crise ameaçadora, que é a tragédia de não querer lutar para superá-la”».
Albert Einstein

Geremos a capacidade de auto-superação para nos transformarmos e lutemos para alcançar os nossos objectivos!
António Pereira

1 comentários:

mariana.abrunhosa disse...

Oportunidade de transformação (sempre)!! Sussurrar todos os dias ao ouvido do nosso karma individual (e coletivo), é Hora, e já tarde, de mudar o teu rumo!!! Beijinho