segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Ser Intemporal!


Ser intemporal, é saber que nem sempre se será jovem, nem se será velho quando se tiver um pouco mais de idade, mas somente mais experiência e em princípio mais conhecimento daquilo que errámos e  ter consciência que iremos errar mais vezes e esperar que aprendamos com isso. 

Ser intemporal, é saber que com menos idade, caminharemos para ter mais idade, visto ser só uma questão de tempo e que só se será velho se deixarmos de querer aprender.

Ser intemporal, é saber que com o tempo as coisas serão mais relativas em termos de importância, que as ilusões, serão somente isso mesmo, mas que também nos desiludiremos ao longo da vida e que a maturidade não é sinónimo de velhice, mas de experiência e que esta nos dá a força e a agilidade que fomos largando ao longo de outros tempos e que não somos mais "brinca na areia".

Ser intemporal, é saber que todos têm a sua importância e que o mais interessante é cruzar a experiência daqueles que têm a marca da intemporalidade, com a energia e a pujança dos que ainda estão a viver para a terem com o tempo.

Ser intemporal, é saber que se aprende com quem é mais novo e com quem tem mais tempo de vida e que absorver esse conhecimento é uma arte para se poder ir mais além na vida e no desenvolvimento da consciência e na conquista da Sabedoria.

Ser intemporal, é não nos deixarmos deslumbrar pelos êxitos da vida, nem nos desanimarmos com os imprevistos nesta, mas termos a lucidez e a força para nos superarmos para irmos mais longe.

Ser intemporal, é saber que tudo tem um início e um fim e que a vida é um momento muito curto que nos liga a um outro momento, a morte, a qual nos dará a intemporalidade ou o anonimato para a eternidade.

Ser intemporal, é saber que cada um de nós tem algo de especial e comum, por virmos da mesma essência humana.

Ser intemporal, é aprender com as agruras da vida e descortinar nessas alturas quem é nosso amigo de verdade e está ao nosso lado para nos agarrar e catapultar-nos lá para cima e saber descortinar os "amigos" de conveniência das "palmadinhas nas costas" que nos largam no chão e se possível ainda nos empurram mais para baixo.

Ser intemporal, é saber que a juventude está na atitude e na cabeça e não na matéria e que a intemporalidade carrega a jovialidade na essência, sem ter nada a provar a ninguém.

Aprendamos a tornar-nos uma pessoa intemporal, deixando que a vida nos transmita essa característica com o tempo.
António Pereira

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Uma questão de óptica!



A forma como sentimos e observamos tudo aquilo com que somos confrontados na nossa vida, tem a ver com os paradigmas enraizados, cultura e com as nossas experiências. Assim, a maneira como passamos pelas mudanças que fazem parte da vida, pode ser de forma confortável ou desconfortável, o que irá ter em conta a nossa receptividade para aceitar essas transformações e trocar de paradigma. Na realidade tudo acaba por ser uma questão de ponto de vista! 

Por exemplo, o caractere chinês para a palavra crise, pode ter o significado de risco e também de oportunidade. Esse é um bom modelo, de como podemos ver as coisas por ângulos diferentes. Contudo, todos estamos condicionados por determinados paradigmas, que não nos permitem ter essa visão mais ampla, para ver e abordar as situações de uma outra maneira. 

Naturalmente o ser humano tem resistência à mudança, porque esta leva-o a ter de agir e sair da sua zona de conforto e a combater a sua tendência natural para a preguiça, a qual o impede de evoluir e ir mais além.


«Não pretendemos que as coisas mudem, se sempre fazemos o mesmo. A crise é a melhor benção que pode ocorrer com as pessoas e países, porque a crise traz progressos. A criatividade nasce da angústia, como o dia nasce da noite escura. É na crise que nascem as invenções, os descobrimentos e as grandes estratégias. Quem supera a crise, supera a si mesmo sem ficar “superado”. 
Quem atribui à crise seus fracassos e penúrias, violenta seu próprio talento e respeita mais aos problemas do que às soluções. A verdadeira crise, é a crise da incompetência. O inconveniente das pessoas e dos países é a esperança de encontrar as saídas e soluções fáceis. 

Sem crise não há desafios, sem desafios, a vida é uma rotina, uma lenta agonia. Sem crise não há mérito. É na crise que se aflora o melhor de cada um. Falar de crise é promovê-la, e calar-se sobre ela é exaltar o conformismo. Em vez disso, trabalhemos duro. “Acabemos de uma vez com a única crise ameaçadora, que é a tragédia de não querer lutar para superá-la”». Albert Einstein


De uma maneira bem simples e objectiva, a Natureza mostra-nos como a mudança é cíclica e está presente em tudo no Universo. Desde o Sol, passando pelo nosso planeta, até à mais distante galáxia conhecida, tudo está em constante transformação.

«Se a palavra inspira, o exemplo arrasta.» DeRose

A melhor forma é seguir a lição dada pela Natureza e também inspirar-nos no exemplo daqueles que marcaram a história da Humanidade, pela sua capacidade de adaptação à mudança e a força que esta lhes proporcionou para se transcenderem para poderem ir muito mais além do que imaginariam.

Tudo acaba por ser aprendizagem e transformação positiva se estivermos receptivos a galgar essa oportunidade e desse modo, nada é obstáculo, somente estímulo e desafio para vencermos!
António Pereira

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

O luxo de ser simples

Na simplicidade encontramos o potencial do perfeccionismo de saber fazer bem e bonito, com a força dos detalhes. Por isso, "O deslumbramento, por vezes, está nas coisas mais simples. Até que ponto não será o novo luxo a simplicidade?" Alain Ducasse, "chef" de cozinha francês
Viva intensamente cada momento com todo o seu ser e detenha-se na riqueza de conteúdo dos momentos cheios de simplicidade que estão à nossa volta todos os dias.
António Pereira

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Método DeRose


Através da prática das Técnicas do Método DeRose, aprendemos a incorporar hábitos de vida mais saudáveis que promovem e desenvolvem as nossas potencialidades, aumentam a auto-estima e conferem vontade e determinação para gerar as mudanças de vida adequadas ao nosso bem-estar. 

Com a aprendizagem e incorporação dos Conceitos comportamentais, de atitudes e hábitos de vida que apresentam melhores soluções, etc., o praticante, pelo seu exemplo cativa e influencia positivamente aqueles que com ele convivem, contribuindo para a sua transformação positiva e do mundo.

Respirando melhor, tendo uma maior capacidade de descontracção, o corpo em melhor forma, sem cansaço, sem tensões acumuladas e posicionando-o melhor, fica mais fácil a concentração e o desenvolvimento da intuição. Como consequência aumenta, a consciência, a auto-estima, a energia, a vitalidade, o vigor e o bem-estar e desse modo fica mais simples de gerir o stress e as mudanças.

Deste modo, numa situação de grande stress, o indivíduo que pratique o Método DeRose, passa a desenvolver uma perspectiva mais ampla e a ter a capacidade de se adaptar ao momento, encontrando ângulos de oportunidade, em vez de dificuldade, porque aprende a ter uma maior consciência das suas capacidades e limitações e de como se aprimorar para se superar e contornar as dificuldades com que se confronte. 

Mais informações:

Espaço Lifestyle - Método DeRose
Av. Manuel da Maia, 50 - R/C Dto., em Lisboa entre a Pç. de Londres e o Instituto Superior Técnico 
Tel.: 218 463 974 / Tlm.: 917 192 985

Site: www.espaco-lifestyle.org 
www.MetodoDeRosePortugal.org

Venha conhecer e sentir o Método DeRose! Teremos muito gosto em receber a sua visita e dar-lhe as orientações adequadas para uma melhor perfomance pessoal, profissional e desportiva através do Método DeRose.
António Pereira