quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Às vezes


Às vezes estamos em fogo por dentro, de onde brota uma energia, uma sensação que nos dá a certeza de tudo ser possível de fazer e alcançar.

Às vezes tocamos na vida com todo o nosso ser a pulsar com a força dessa energia primordial que habita dentro de nós e que nos dá a certeza de virmos a ser aquilo que temos de ser.

Às vezes temos a noção precisa da nossa grandiosidade e de sermos únicos e podermos ser e fazer tudo o que temos marcado no âmago do nosso Ser.

Às vezes é preciso ter a coragem e a loucura para aceitarmos isto e deixarmo-nos ir no ritmo e no fluxo da vida.
António Pereira

1 comentários:

Gaudêncio disse...

Ola caríssimo poeta Antonio Pereira,
tudo bem com você?
Muito obrigado por esta bela mensagem.
Aproveito o ensejo para enviar-te dois poemas que escrevi recentemente:
Vaga Para Poeta

Há vagas para poeta
Sempre haverá vagas para poeta
Porque sempre haverá espaço para amar.
Há vagas para poeta
Porque sempre haverá flores a contemplar,
Sempre haverá sorriso de crianças.
Há vagas para poeta
Porque sempre haverá horizonte a alcançar,
Sempre haverá o mar sereno
E ondas majestosas e poéticas.
Há vagas para poeta
Porque sempre haverá
Pessoas belas de sorriso belo
E ideais belos e amáveis.
Há vagas para poeta
Porque sempre haverá leveza
Na caminha, sorrisos na construção
Da paz e flores na beira da estrada.
Há vagas para poeta
Porque a poesia não se faz
Deus fez toda poesia há.
A poesia se vive, ela é para se degustar.
Por milhões de outras coisas mais,
Há vagas para poeta e sempre haverá.

Gaudêncio Leal

POEMA SÓ POR HOJE
Só por hoje não sinta raiva e não fique zangado nem triste,
Estes sentimentos geram a toxina pior que existe;
Só por hoje abandone suas preocupações com o que virá,
Faça o bem sem se preocupar e o bem lhe chegará;
Só por hoje agradeça suas bênçãos, seus pais, mestres,
Os mais idosos e todas as pessoas que o(a) cercam;
Só por hoje faça seu trabalho honestamente,
Mesmo que a remuneração não seja condizente;
Só por hoje demonstre amor e respeito aos seres vivos
E seja gentil e respeitoso com todos os seres humanos;
Só por hoje elogie o máximo que poder as virtudes das pessoas,
Sem esperar que elas também o(a) elogie, são atitudes boas,
Pois a honra está em merecer e não em receber elogio;
Só por hoje sorria com sinceridade e franqueza para
O máximo de pessoas que poder, pois nada lhe custará
E certamente fazendo bem para muita gente estará;
Só por hoje critique o menos que poder
E se a critica não contribuir para o bem,
Não critique nada e nem recrimine ninguém;
Só por hoje compreenda que somos auto responsáveis por estarmos
Onde estamos e sermos o que somos, pelas nossas atitudes e crenças,
De tudo que fizermos na nossa caminhada receberemos recompensas;
O semear é livre, porém a colheita é obrigatória,
O semeador colhe os frutos do que semeou, é a História.
Só por hoje, porque é somente hoje que podemos fazer alguma coisa,
Pois ontem é história, não se pode mudar.
E amanhã ninguém tem certeza de que existirá.
Ninguém pode mudar a sua história até aqui,
Mas pode mudar daqui para frente, basta acreditar.

Gaudêncio Leal