segunda-feira, 20 de julho de 2015

Renovação!


Renovar é preciso para evoluir e ir mais além do que é expectável, visando uma reestruturação interna e externa que crie as condições para suportar uma nova realidade e um novo ser e estar.

Porém, para se renovar há que se fazer um esforço sobre si próprio, no sentido duma auto-superação que nos liberte das ligações com o passado que ainda nos prende e não nos deixa fluir leve e livremente para novos caminhos da vida, rompendo com velhos paradigmas.

Talvez por isso mesmo, sejam atributos de Shiva, o Criador milenar do Yôga, as características de o Destruidor ou Renovador. Isso é bem interessante, porque essa filosofia prática indiana surgida no berço da civilização indiana há mais de 5.000 anos, gera como que uma destruição interna do ser que conhecemos, renovando-o intensa e profundamente, desde as células, até ao pensamento, emoções e comportamento.

Pelo menos assim se espera, se houver uma prática diligente das técnicas e dos preceitos filosóficos do Yôga, vai-se eliminado hábitos antigos (destruição) e reconstruindo (renovando) um novo ser, melhor e mais aperfeiçoado.

Neste aspecto, a destruição não tem de ser vista como algo negativo, mas antes como uma transformação/renovação/renascimento que leva a um maior progresso, a outros resultados mais promissores e mais de acordo com o novo ser.

No processo de renovação, vai-se descortinando melhor aquilo de que nos vamos libertando e percebendo como existe um Universo de realidades novas e diferentes que nos estavam vedadas pelas nossas limitações de paradigmas auto-impostas e sugeridos pelos que nos rodeava anteriormente.

Renovar é preciso para nos sentirmos mais Livres e Inspirados. Renove-se!
António Pereira

0 comentários: